Família de astronauta, ansiosa, verá lançamento por telão

Com muita ansiedade e "um pouco" de medo, familiares do astronauta Marcos César Pontes aguardam no início da noite desta quarta, em Bauru (SP), o momento em que a nave russa levará o primeiro brasileiro ao espaço. "Estamos esperando ansiosos, mas não dá para negar que sentimos um pouco de medo", dizia o diretor de escola Luiz Carlos Pontes, o mais velho dos três filhos do aposentado Virgílio Pontes, 89 anos, que esperava ansioso o filho caçula alcançar um sonho de infância.A família mostrou à imprensa desenhos de um foguete e um avião feitos por Marcos quando tinha 10 anos."Meu pai está muito orgulhoso por ter um filho que fará parte da história", dizia Rosa Maria Pontes, que passou a dedicar mais atenção a Virgílio depois que ele sofreu um enfarte no último dia de 2005. Por isso, por precaução, seu Virgílio vê a viagem do filho hoje acompanhado por um médico."Ele está ansioso como todos nós, mas sente segurança de que tudo dará certo", disse Luiz Carlos enquanto instalava na garagem de sua casa o telão no qual a família e amigos veriam mais tarde o lançamento da nave.Homenagens - A iniciativa da família de Pontes foi a principal atividade dedicada ao assunto. A cidade de Bauru parecia hoje ignorar a importância histórica da viagem de seu cidadão mais ilustre. Praticamente nenhum estabelecimento comercial ou mesmo a prefeitura prepararam eventos ou locais para acompanhar o lançamento."A gente vê isso um pouco decepcionado porque cidades como São José dos Campos e Marília prepararam mais homenagens que nós que somos daqui. Até Botucatu organizou mais festa para receber a menina que participou do Big Brother. Mas sei que meu irmão não se importaria com isso", comentou Luiz Carlos.Apesar de poucas, as homenagens foram emocionantes. O Sesi, escola onde Marcos Pontes estudou entre a 6ª e 8ª séries passou o dia todo homenageando Pontes. Os alunos soltaram balões brancos, declamaram poesias e cantaram. Outros fizeram experiência com germinação de feijão, uma das que Pontes fará na sua permanência no espaço.Em outra escola houve concursos de faixas com frases parabenizando Pontes. As melhores faixas foram colocadas na frente da escola.Mas o que chamou mais atenção foram cinco ônibus interurbanos com grandes fotos do astronauta, verdadeiros outdoors ambulantes, que circularam pela cidade agradecendo Pontes pelo feito inédito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.