Família vítima de botulismo deixa UTI

A família vítima de botulismo em Santa Fé do Sul, a 620 km de São Paulo, já está fora de perigo. Pai e mãe já haviam deixado a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e, ontem, os dois filhos do casal também foram transferidos para um quarto da Santa Casa local.

RENE MOREIRA, ESPECIAL PARA O ESTADO / FRANCA, O Estado de S.Paulo

23 de agosto de 2012 | 03h02

Benedito José dos Santos, de 38 anos, Elisete Garcia, de 30, e os filhos Juliana Bruna, de 12, e Cristiano, de 9, foram internados no domingo com vômito, diarreia, dificuldade de locomoção e visão embaçada. O quadro se agravou e um soro específico foi enviado de São Paulo, de helicóptero, pela Polícia Militar. Médicos suspeitam que a causa tenha sido uma porção de mortadela, que ficou dez dias na geladeira antes de ser consumida pela família.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.