Famosos comemoram carnaval baiano em camarote

Camarote Expresso 2222 contou com a participação de famosos como o casal Lázaro Ramos e Taís Araújo

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

05 de fevereiro de 2008 | 09h08

Os atores Lázaro Ramos, Taís Araújo e Cristiana Oliveira, o produtor musical norte-americano Quincy Jones, a apresentadora Sabrina Sato e o anfitrião Gilberto Gil abrilhantaram a noite recheada de famosos no Camarote Expresso 2222, em Salvador, o que contribuiu para o espaço ficar lotado durante toda a noite. Entre todos, os mais festejados no camarote foram Lázaro Ramos e Taís Araújo.     Veja todas as fotos do carnaval pelo Brasil e pelo mundo Tudo sobre as escolas do Rio e os sambas  Mangueira e Viradouro empolgam a Sapucaí no 1º dia Saiba como foram os desfiles no Rio no primeiro dia Qual escola de samba será campeã no Rio?  Veja as melhores imagens dos desfiles em SP Qual escola de samba será campeã em SP?  As melhores imagens do Carnaval pelo Brasil    Veja a comemoração do carnaval pelo mundo   Recém-chegados do Rio de Janeiro, onde curtiram o primeiro dia de desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí, os atores chegaram diretamente do aeroporto para o camarote. "Estou um pouco cansada, mas não perco o carnaval de Salvador por nada", declarou Taís, que há dez anos acompanha a folia soteropolitana.     Já Sabrina teve direito a festa de aniversário no bloco Expresso 2222,  comandado por Preta Gil e Alexandre Guedes, vocalista do Motumbá. Antes de entrar no camarote, Sabrina foi chamada para dançar sobre o trio. "É assim que se comemora aniversário na Bahia", brincou Guedes. Desenvolta, Sabrina aceitou o convite e dançou bastante ao ritmo de "Bahia, África", sucesso da banda.   Além de receber personalidades, o camarote também foi homenageado pelo músico Carlinhos Brown, que, ao passar pelo espaço, no comando do bloco Pipocão, cantou "parabéns" pelos dez anos do camarote. Sempre controverso, Brown passou boa parte do circuito longe do bloco, cantando do chão da Avenida Oceânica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.