FAO ajudará a conter foco de gripe aviária em Mianmar

A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) anunciou nesta quinta-feira, 1, que ajudará o governo militar de Mianmar (antiga Birmânia) a conter o foco de gripe aviária surgido numa fazenda dos arredores da capital, Yangun.O Ministério da Agricultura birmanês confirmou na quarta-feira, 28, um novo foco do vírus H5N1, que causou a morte de 68 aves de criação. Foram sacrificados quase 1.300 frangos e patos para evitar que a doença se espalhe.Em comunicado, o representante da FAO na Birmânia, Tang Zang Pin, explicou que a agência vai fornecer às autoridades birmanesas os meios necessários para conter a doença.O país é um dos mais pobres da Ásia, mas não registrou até o momento nenhum caso de contágio humano por gripe aviária. O último foco noticiado pelas autoridades ocorreu há um ano.

Agencia Estado,

01 de março de 2007 | 04h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.