Fashion Rio começa com programação mais enxuta

A temporada inverno 2013 da Fashion Rio começou nesta quarta-feira (7) com uma programação mais enxuta do que as edições anteriores. Com apenas 18 apresentações previstas no Píer Mauá, na região portuária do Rio, algumas marcas preferiram ficar de fora desta edição, que já é a terceira do ano. "Tem menos desfiles, mas está com uma qualidade maravilhosa", afirma Paulo Borges, organizador das semanas de moda do Rio e de São Paulo. "O importante é a manutenção da ferramenta de informação e conteúdo. A semana de moda serve muito mais para impulsionar todos os elos da cadeia do que simplesmente fazer um evento", diz Borges.

HELOÍSA ARUTH STURM, Agência Estado

07 de novembro de 2012 | 19h41

Geralmente programado para os meses de janeiro e fevereiro, o evento foi antecipado em função de uma mudança no calendário de moda nacional, antiga reivindicação do setor. A medida serve para otimizar a produção, já que vai proporcionar um tempo maior entre a confecção, venda e entrega, diminuindo os prejuízos com cancelamentos e devoluções. "Evita que o erro consuma grande parte do lucro", diz Eloysa Simão, organizadora do Fashion Business, fórum de lojistas que ocorre paralelamente ao Fashion Rio.

Pela manhã, jovens estilistas apresentaram suas criações no Rio Moda Hype, espaço dedicado aos estreantes. O primeiro desfile da tarde começou com meia hora de atraso e trouxe os tecidos rústicos em tons dourados e avermelhados da nova coleção da Acquastudio. As peças desenhadas pela estilista Esther Bauman foram inspiradas nos tons quentes das queimadas do cerrado brasileiro. Também com atraso, Herchcovitch trouxe da cultura folk andina, com um toque futurista, os elementos que modelam os maxi-ponchos, macacões, vestidos e demais peças em cores vibrantes e tecidos tecnológicos que se misturam a trabalhos artesanais.

A noite ainda ia contar com as apresentações da Oh Boy!, que estreou na edição passada do Fashion Rio, da carioca Alessa e da aguardada TNG, que na edição anterior trouxe a atriz Isis Valverde, a Suelen da extinta novela "Avenida Brasil". Nesta quarta a grife teria como estrela o galã Rodrigo Lombardi, protagonista de "Salve Jorge". Enquanto cruzavam a passarela, modelos tiveram que tomar cuidado com goteiras formadas pelo funcionamento do ar condicionado. A água também incomodou quem assistia aos desfiles.

Tudo o que sabemos sobre:
fashionrioabertura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.