Fashion Rio mostra romantismo e looks de guerra

A temporada de desfiles do Fashion Rio começou hoje à tarde com looks românticos e de guerra . A grife Maria Bonita Extra apresentou uma coleção levemente inspirada no filme "O Mágico de Oz", com referências bem singelas a alguns dos personagens do clássico. Laços em metal, ora nos cabelos, ora nos colares, lembravam o Homem de Lata, enquanto os corações, laçarotes e estampas - faziam referência a Dorothy.

CLARISSA THOMÉ, Agencia Estado

06 Junho 2009 | 21h15

A estilista Ana Magalhães mostrou uma coleção com comprimentos curtos, vestidos com cintura marcada, saias amplas e também retas. As modelos desfilaram transparências sobrepostas com vestidos justos. Para realçar uma certa sensualidade ingênua, calções sob saias em organza colorida. A coleção, nas cores do arco-íris, teve como ponto alto delicados blazers. Entre as beldades da passarela, a russa Anastasija Kondrateva, que brilhou num vestido dourado.

A Cavendish, segunda grife do dia, levou para a passarela um verão do tipo férias na Bretanha, com roupas leves e acessórios de palha, como chapéu e bolsa pequena. A estilista Carla Cavendish apostou em calças amplas e saias evasês, tudo bem confortável, em tecidos como linho, palha de seda, algodão, renda e organza. Mas também romântico, com babados, pregas e laços.

Já o pernambucano Melk Z-Da fez uma coleção baseada em coletes à prova de balas, desconstruídos e suavizados. Eles se transformaram em vestidos de festa com tecidos como organza, cetim e tafetá. As tarjas de amarração da peça se sobrepõem e viram decotes e fendas. Em alguns modelos, como saia e vestidos, o tecido ganha dobraduras, que lembram munição. Calças têm cartucheiras na frente. Melk Z-Da diz que está ?na defensiva?.

Mais conteúdo sobre:
modaFashion Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.