Fechamento da Feira da Madrugada tem novo protesto

Um grupo de cerca de 50 pessoas faz nesta quinta-feira, 27, um novo protesto contra o Fechamento da Madrugada (Feirinha). Os manifestantes ocupam desde às 7h a faixa da direita da Avenida do Estado e da rua São Caetano, na região central de São Paulo. Mais uma vez, eles protestam contra o fechamento da Feira da Madrugada.

GABRIELA VIEIRA, Agência Estado

27 de junho de 2013 | 10h29

A Prefeitura fechou a Feirinha no dia 29 de maio para reformas de segurança no local. Desde a decisão de encerrar as atividades comerciais para as obras, várias manifestações dos lojistas ocuparam as ruas do Centro da capital paulista. O último protesto foi nessa quarta, 26, quando 100 pessoas bloquearam os dois sentidos da rua Oriente.

Agora os comerciantes alegam que, apesar da Feirinha ter sido fechada há quase 30 dias, as obras ainda não começaram. A Prefeitura deu um prazo de 60 dias para terminar a reforma - que vai custar cerca de R$ 4 milhões - e reabrir o comércio no local. Antes mesmo do fechamento, eles queriam ser responsáveis pelas reformas de adequação, garantindo assim o funcionamento normal da feirinha durante as obras.

Tudo o que sabemos sobre:
fechamentoFeira da Madrugadaprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.