Fêmea de veado-campeiro morre após ser atingida

Uma fêmea de veado-campeiro com um filhote na barriga morreu depois de ser perseguida por caçadores, no final da tarde de ontem, em Mairinque, região de Sorocaba (SP). O animal silvestre foi atingido por um tiro de espingarda e recebeu várias mordidas de cães.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

27 de julho de 2013 | 12h56

Acuada, a veada se refugiou no estacionamento de uma empresa, na região central da cidade. Moradores acionaram o Corpo de Bombeiros. O cervídeo foi socorrido e levado para uma clínica veterinária, mas não resistiu. O filhote também morreu.

Policiais ambientais fizeram buscas, mas não localizaram o autor do disparo. O mamífero vive em matas da região e possivelmente invadiu a área urbana ao ser perseguido pelos cães de caça. De acordo com a Polícia Ambiental, a espécie encontra-se ameaçada em razão da caça e da perda de seu habitat. A presença de caçadores tem se tornado frequente na região, que ainda tem muitas matas naturais. Recentemente, um grupo foi preso após abater um bugio e um macaco-prego no município de Piedade.

Mais conteúdo sobre:
caçaveado-campeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.