Ferrari suspende trabalho na fábrica da equipe de F1 após tremor

A Ferrari suspendeu as atividades na fábrica de sua equipe de Fórmula 1 em Maranello, nesta terça-feira, após o terremoto ocorrido numa região próxima que foi sentido em grande parte do norte e do centro da Itália.

REUTERS

29 Maio 2012 | 08h59

Um porta-voz da equipe disse que não houve danos à instalação, mas que os funcionários foram liberados do trabalho para ficar com suas famílias.

O terremoto de magnitude 5,8, com epicentro perto de Modena, foi o segundo na região após um outro tremor no dia 20 de maio que destruiu centenas de construções e obrigou mais de 7 mil pessoas a dormirem em barracas montadas na rua.

Ao menos 10 pessoas morreram no tremor desta terça-feira.

A Ferrari se prepara atualmente para o Grande Prêmio do Canadá da próxima semana. O piloto Fernando Alonso lidera o campeonato, após ter ficado em terceiro lugar em Mônaco no domingo.

O brasileiro Felipe Massa foi o sexto na última corrida, seu melhor resultado na temporada.

(Reportagem de Alan Baldwin)

Mais conteúdo sobre:
F1 FERRARI TERREMOTO INTERRIOMPE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.