Fevereiro termina com 124,12 mi de linhas celulares no país

A base de telefonia celular do paíscresceu 1,02 por cento em fevereiro na comparação com janeiro,segundo dados preliminares disponibilizados pelas operadoras àAgência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Segundo os dados, o número de linhas celulares ativas noBrasil em fevereiro somou cerca de 124,12 milhões contra 122,86milhões em janeiro. Na comparação com fevereiro de 2007, ocrescimento foi de 22,7 por cento, avançando um pouco sobre avariação verificada em janeiro contra janeiro do ano passado. Relatório do Goldman Sachs sobre o mercado de telefonialatino-americano indica que "2008 será um ano duro para asoperadoras celulares" do Brasil. No ano já foram adicionadas à base brasileira cerca de 3,12milhões de linhas celulares. Para analistas do Morgan Stanlay, "o forte crescimentovisto até agora em 2008 é devido, pelo menos em parte, àprática de venda de múltiplos cartões SIM por assinante, o queartificialmente infla o número de assinantes e adiçõeslíquidas". "Como resultado, acreditamos que o crescimento de receitase de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização(Ebitda, na sigla em inglês) não acompanharão o crescimento deassinantes", acrescentam os analistas do banco. A agência deve divulgar nos próximos dias os dadosconsolidados incluindo a participação de mercado dasoperadoras. (Reportagem de Alberto Alerigi Jr)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.