FHC defende restrição ao desmate

Ex-presidente criticou tramitação do novo Código Florestal no Congresso e uso político da questão ambiental

GIOVANA GIRARDI/ MANAUS , ENVIADA ESPECIAL, O Estado de S.Paulo

24 Março 2012 | 03h03

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso disse ontem ser a favor do desmatamento zero no Brasil. "Não há por que se aceitar o desmatamento como uma técnica de utilização da floresta", afirmou durante o 3.º Fórum Mundial de Sustentabilidade, em Manaus, onde fez uma apresentação sobre os desafios do desenvolvimento sustentável.

"Existem experiências com comunidades extrativistas que demonstram que se pode conviver com a floresta e dar sentido econômico a ela, sem destruí-la", disse o ex-presidente, que manifestou preocupação com a tramitação do novo Código Florestal no Congresso. "Tem de continuar firme. Tem de manter de toda a maneira as restrições para preservar o meio ambiente", disse.

O ex-presidente mandou uma espécie de recado aos parlamentares sobre a disputa política que se formou em torno da questão. "Eu tenho medo que a votação seja utilizada para outros fins que não a de dizer se é bom ou mau. Nessa matéria acho que a gente tinha de ter uma posição de convergência nacional. Se é meio ambiente, é uma discussão nacional, não de partido."

Fernando Henrique afirmou também que a Rio+20 deveria manter o foco na questão ambiental. "A questão social está ligada à ambiental, mas tem de fazer essa ligação. Na África, em Durban, os africanos insistiram na pobreza, no social, e isso vai aparecer no Rio. Mas não podemos perder o foco. Se não cuidarmos do ambiente, quem vai pagar o pato são os mais pobres."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.