Fiat assinará acordo para abertura de unidade na China

A montadora italiana Fiat vai assinar um acordo para a abertura de uma fábrica na China com o grupo industrial Guangzhou Automóveis, disseram autoridades chinesas, um avanço importante em um mercado que cresce apesar da retração mundial.

SILVIA ALOISI, REUTERS

05 Julho 2009 | 18h15

"Eles tiveram conversas com a Guangzhou e estão prestes a abrir uma fábrica na China", disse Sun Yngfu, diretor-geral de Assuntos Europeus do Ministério do Comércio da China, aos jornalistas, em Roma, neste domingo.

O acordo deve ser assinado na manhã de segunda-feira, disse uma autoridade chinesa.

A Fiat, que acaba de adquirir 20 por cento das ações da americana Chrysler, buscava há tempos um parceiro na China, onde a venda de automóveis cresce em contraste com a baixa procura na Europa e nos EUA.

O executivo-chefe da Fiat, Sergio Marchionne, disse no mês passado que sua empresa estava próxima de um acordo na China com o grupo Guangzhou.

"Estamos muito interessados na cooperação no setor automotivo", disse Yngfu por sua vez.

Marchionne quer que a Fiat ganhe corpo para enfrentar a crise global da indústria, desencadeada pela demanda decrescente e falta de crédito para os consumidores.

Ele tentou um acordo com a Opel, a unidade europeia da General Motors, mas abandonou as conversas e agora diz que, embora ainda interessado, não vai aumentar sua oferta.

Outro fabricante de carros chinês, a estatal Beijing Automotive, encaminhou uma proposta para a Opel na sexta-feira, disputando com a fabricante canadense Magna.

Neste domingo o diário italiano de negócios Il Sole 24 Ore informou que a aliança entre Fiat e Guangzhou prevê uma fábrica conjunta a ser lançada na China em 2011 para produzir uma nova versão do modelo Linea e mais tarde os modelos Bravo e Grande Punto.

Um porta-voz da Fiat disse não poder confirmar esses relatos.

Mais conteúdo sobre:
FIAT*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.