Ficou com saudades de São Paulo?

Confira algumas casas famosas que migraram para o Rio

Michelle Alves de Lima, O Estado de S.Paulo

19 Julho 2007 | 06h28

Sentiu falta do trânsito, dos valets e dos restaurantes de São Paulo? Solução para os dois primeiros nós não temos. Mas dá para lembrar um pouquinho de São Paulo com as casas paulistanas que têm (ou ainda vão abrir) filiais no Rio. A Bela Sintra Rio - A reforma do ponto em Ipanema começará em agosto. ''''Devo abrir entre o fim deste ano e o início de 2008'''', diz Carlos Bettencourt. O cardápio deve ser o mesmo. Antiquarius - É no Rio de Janeiro que funciona a matriz, que recentemente completou 30 anos. O menu das duas casas é praticamente igual. Bráz - Foi lá que nasceu a pizza Rio (mussarela, tomate, abobrinha e berinjela), que logo entrou nos cardápios de São Paulo. A diferença com as casas paulistanas é notável: vista para o Cristo e a Lagoa Rodrigo de Freitas. Carlota - Casa menor (35 lugares) e menu mais enxuto. As chefs Carla Pernambuco e Carolina Brandão revezam-se entre os dois restaurantes. Forneria - O carro-chefe da filial da Forneria San Paolo é também o hambúrguer na massa de pizza, mas o menu carioca lista mais saladas, massas e pratos com frutos do mar. Gero - No cardápio, um mix de pratos do Gero e do Fasano. Nakombi - A filial carioca é maior que as casas de São Paulo. A carta de vinhos também é mais extensa, com 130 rótulos. Nespresso - A cafeteria deve chegar ao Rio no início de setembro, mas não vai ter bar. Payard - Os famosos doces de François Payard também estão por lá. A loja do Rio oferece mais opções de salgados. Wraps - Os sanduíches e smoothies chegaram ao Rio há duas semanas. A filial carioca tem o mesmo menu da loja da Oscar Freire.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.