Fidel Castro fala ao vivo em programa de TV de Chávez

Esta é a primeira vez que se ouve ao vivo a voz do líder cubano desde julho de 2006, quando saiu de licença

BBC Brasil e Reuters,

14 de outubro de 2007 | 13h50

O líder cubano Fidel Castro conversou ao vivo com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, durante transmissão de um programa de televisão. Esta é a primeira vez que se ouve a voz de Fidel ao vivo desde julho de 2006, quando saiu de licença para fazer uma cirurgia intestinal de emergência.    Assista ao vídeo do encontro de Chávez com Fidel (em espanhol)   O presidente venezuelano chegou no sábado em Cuba para apresentar, da província central de Santa Clara, seu programa dominical Alô, Presidente, em homenagem aos 40 anos da morte do líder guerrilheiro Ernesto Che Guevara.   Durante o programa, que foi transmitido do mausoléu de Che, Fidel falou por telefone com Chávez. Segundo o líder cubano, o mundo está "cheio" do poder tirânico exercido atualmente no planeta, numa referência aos Estados Unidos.   Em seguida, acrescentou que "as circunstâncias estão mais favoráveis do que nunca para a afloração das idéias de revolução sobre as quais Che falou".   Mais cedo, a TV cubana noticiou que Fidel Castro e Hugo Chávez se encontraram por quatro horas e conversaram sobre "a história dos dois povos, as relações sólidas e crescentes entre Cuba e Venezuela, a situação latino-americana e os mais graves problemas enfrentados pela humanidade".   O presidente venezuelano, que tem visitado o amigo regularmente desde a cirurgia e já se classificou como o seu "porta-voz", escolheu Cuba para apresentar seu programa dominical em homenagem a Che, que lutou ao lado de Fidel na ofensiva de 1959 contra o então governo de Fulgêncio Batista, aliado dos Estados Unidos.   Che, que presidiu o Banco Central na Cuba revolucionária, morreu na selva boliviana em 8 de outubro de 1967, e se tornou um dos ícones da esquerda latino-americana.   Matéria ampliada às 19h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.