Filha de Allende vence no Senado

Com 34% das urnas apuradas, a filha do ex-presidente chileno Salvador Allende, Isabel Allende Bussi, teria conquistado uma vaga no Senado pela região de Atacama. Ela disputou a eleição pela coalizão de centro-esquerda Concertação e teria obtido 28% dos votos. Com 64 anos, Isabel já foi presidente do Partido Socialista e atualmente é deputada.

, O Estadao de S.Paulo

14 Dezembro 2009 | 00h00

Rodrigo García Pinochet, neto do ex-ditador chileno, também é candidato na eleição, mas como deputado. Ele mostrou-se confiante ontem após votar e disse que haverá "um Pinochet no Parlamento" no próximo mandato. Até a noite de ontem, porém, o resultado preliminar de sua votação não havia sido divulgado.

García Pinochet lançou sua candidatura de maneira independente, porque os partidos de direita que sustentaram politicamente a ditadura de seu avô, Augusto Pinochet, negaram-se a aceitá-lo em seus quadros.

O neto do ex-ditador concorre ao cargo justamente em um distrito em que a direita costuma eleger dois deputados - trata-se de uma região elegante de Santiago, formada pelos municípios de Las Condes, Vitacura e Lo Barnechea.R.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.