Filho de Amarildo acusa policial de abuso de autoridade

Filho do pedreiro Amarildo de Souza, desaparecido na Favela da Rocinha, no Rio, em 14 de julho, Emerson de Souza, de 20 anos, registrou ocorrência na 15ª Delegacia de Polícia (Gávea) contra o policial militar Lopes Atanazio, na noite deste sábado, 12, por abuso de autoridade. Emerson de Souza rapaz disse que ia do trabalho, no Parque Lage, no Jardim Botânico (zona sul), para a Rocinha quando foi abordado pelo policial, que o chamou para uma "conversa". O filho de Amarildo afirmou que, por ter se recusado a atender à convocação, recebeu voz de prisão por desacato. O policial deu outra versão: disse ter sido abordado por Emerson de Souza, que o chamou de "assassino". O PM registrou queixa contra ele por desobediência à autoridade policial.

LUCIANA NUNES LEAL, Agência Estado

13 Outubro 2013 | 17h29

Mais conteúdo sobre:
Caso Amarildo filho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.