Filho depõe contra mãe no caso Friboi

O segundo dia de julgamento de Giselma Carmem Campos Magalhães, acusada de mandar matar o ex-marido e diretor-executivo da Friboi, Humberto Magalhães, em 2008, teve o depoimento mais esperado pelo júri - o do filho mais novo do casal, Carlos Eduardo Campos Magalhães.

AE, Agência Estado

25 de setembro de 2013 | 22h09

Ele afirmou não ter dúvidas de que a mãe foi a mandante do crime e também não poupou críticas a ela. Última de cinco testemunhas de acusação, Carlos Eduardo depôs contra a própria mãe no Fórum Criminal da Barra Funda nesta quarta-feira, 25.

Durante as mais de três horas em que foi inquirido pela Promotoria, ele relatou casos que mostravam a falta de afetividade da mãe com ele e o comportamento extremamente ciumento dela com o marido. "A vida dela sempre foi em função do meu pai. Ela não se importava com outros assuntos", disse.

Mais conteúdo sobre:
ASSASSINATOFRIBOIJULGAMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.