Filhote de onça é tratado após quebrar as patas

Um filhote de onça parda precisou passar por cirurgia no Mato Grosso do Sul após fraturar as duas patas dianteiras. O animal foi encontrado semana passada pela Polícia Militar Ambiental e encaminhado para o hospital veterinário do Centro Universitário da Grande Dourados, onde continua internado hoje.

AE, Agência Estado

19 de setembro de 2011 | 14h23

Segundo a veterinária responsável pelo tratamento, Marcela Lima, o animal deve permanecer por mais 20 dias de repouso, para que ocorra a calcificação dos ossos. O filhote, porém, se recupera bem.

Inicialmente, a oncinha ficou apenas com talas nas patas fraturadas. Como ela estava se mexendo muito, foi necessário realizar o procedimento cirúrgico. Durante o tratamento, os veterinários procuram evitar o contato muito próximo, para que o animal não perca suas características silvestres. "Não queremos deixá-lo dócil e nem estressá-lo", explica Marcela.

O filhote tem de 15 a 20 dias de idade e, após a sua recuperação, será encaminhado para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) em Campo Grande. Se ele estiver em boas condições de saúde, será devolvido à natureza.

Tudo o que sabemos sobre:
filhoteonçatratamentoMS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.