Filme conta história similar

O engenheiro Adolfo Guidi não é o primeiro pai obstinado a entender a doença do filho para encontrar um tratamento ou até mesmo a cura. Na década de 1980, o casal italiano Augusto e Michaela Odone - pais de Lorenzo - também dedicou horas de estudo para entender a adrenoleucodistrofia (ALD), doença degenerativa rara diagnosticada no filho.

O Estado de S.Paulo

12 de agosto de 2012 | 03h07

Após muita pesquisa, os Odone descobriram que a mistura de componentes dos óleos de oliva e colza seria capaz de retardar a evolução da doença. Ainda não há comprovação científica da eficácia do consumo do óleo, mas hoje é considerado um dos tratamentos mais eficientes.

Lorenzo morreu aos 30 anos - 20 anos acima da expectativa de vida. O seu caso foi retratado no filme O Óleo de Lorenzo, produção americana de 1992.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.