Filme de Sofia Coppola leva Leão de Ouro em Veneza

Em decisão bastante contestada, "Somewhere", de Sofia Coppola, ganhou ontem o Leão de Ouro do 67.º Festival de Veneza. O anúncio foi feito pelo presidente do júri, Quentin Tarantino, sob vaias, na sala de imprensa, que assistia à cerimônia em circuito fechado. Sofia disse que se sentia emocionada e já havia falado com o papai famoso, Francis Ford Coppola, que estava muito emocionado.

AE, Agência Estado

12 de setembro de 2010 | 07h36

O Leão de Ouro Especial pelo conjunto da obra foi para o cineasta Monte Hellman. "Balada Triste de Trompeta" (Espanha) deu o prêmio de direção a Álex de la Iglesia, que ainda foi agraciado com o troféu de melhor roteiro, também escrito por ele. "Essential Killing", do polonês Jerzy Skolimowsky, venceu o Prêmio Especial do Júri e também deu a Vincent Gallo o troféu de melhor ator. Já a melhor atriz foi Ariane Labed por "Attenberg", outra surpresa, pois se esperava Yahima Torres, por seu desempenho em "Venus Negra".

O favorito dos críticos, o russo "Ovsyanki", teve de se contentar com a Osella de contribuição técnica (fotografia), para Mikhail Krishman. Outro bem cotado, "Post Mortem", do chileno Pablo Larraín, foi completamente esquecido. Assim como outros bem votados, como o chinês "La Fossé" e o francês "Venus Negra". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
cinemafestivalVenezaSofia Coppola

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.