Fiocruz normaliza produção de vacinas de febre amarela

O presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Paulo Buss, afirmou hoje que o ritmo de produção de vacina contra febre amarela deverá ser reduzido. "Os índices de vacinação contra a doença em áreas de risco são muito bons. Praticamente todos os habitantes já estão protegidos", afirmou. Diante da redução da demanda, a Fiocruz já trabalha agora para repor seus estoques. "Continuamos produzindo vacina para alcançar novamente os 30 milhões (de doses estocadas)", afirmou Buss.A exportação, disse Buss, será retomada tão logo os estoques sejam repostos. "Mas para isso é preciso demanda. Estamos em contato com a Organização Pan-Americana de Saúde e, por enquanto, não há necessidade de maior produção." Outra prioridade, contou Buss, é restituir os 6 milhões de doses da vacina contra febre amarela que foram recebidos pelo País no mês passado. "Um milhão já foi devolvido. Agora vamos repor de acordo com as necessidades".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.