Fluxo cambial fica negativo em US$872 mi na última semana

A saída de moeda estrangeira no país superou a entrada na terceira semana de maio, com o fluxo cambial voltando a ficar negativo em 872 milhões de dólares no período, segundo dados do Banco Central. Na semana anterior, o fluxo ainda havia ficado positivo em 121 milhões de dólares.

REUTERS

23 Maio 2012 | 13h26

No acumulado de maio, até o dia 18, o fluxo registrava déficit de 1,511 bilhão de dólares, enquanto no ano ainda está positivo em 23,805 bilhões de dólares.

O fluxo negativo na semana passada ocorreu basicamente pela conta financeira -por onde passam os investimentos estrangeiros produtivos e em portfólio, entre outros-, que teve saldo negativo de 2,794 bilhões de dólares. No mês, até o dia 18, o déficit era de 5,196 bilhões de dólares

Já a conta comercial apresentou saldo positivo de 1,922 bilhão de dólares entre os dias 14 e 18 passados, acumulando no mês superávit de 3,686 bilhões de dólares.

Nas últimas semanas, houve um aumento da aversão ao risco nos mercados internacionais, com temores em relação à Europa e com o impasse politico na Grécia, o que ajudou o dólar a continuar se valorizando ante o real.

Da semana passada até a véspera, o dólar já teve alta de 6,36 por cento ante o real e ultrapassou o patamar de 2 reais. Desde o início do ano, a valorização é de 11,34 por cento. Por isso, o BC tem atuado no mercado, para evitar distorções, por meio de leilões de contratos de swap cambial tradicional -que equivalem a uma venda de dólares no mercado futuro.

(Reportagem de Danielle Fonseca)

Mais conteúdo sobre:
FLUXO BC*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.