Fome de ideias

Casa Mondavi Julia Flynn Siler (G. Ermakoff) R$ 56 Robert Mondavi (1913-2008) foi o grande empreendedor e divulgador dos vinhos californianos. Pioneiro na produção de excelentes garrafas no Novo Mundo, pode-se dizer que ele pôs Napa Valley no atlas do vinho. A jornalista Julia Flynn Siler, do Wall Street Journal, pesquisou os Mondavis para uma série de reportagens especiais e, em 2007, decidiu reunir o material neste livro. Ele resgata a história da família, as disputas entre os herdeiros, a obstinação de Robert em fabricar um grande vinho, o sucesso e até os problemas que levaram à decadência da empresa e de seu vinho nos últimos anos.   A Enciclopédia do Vinho Luis Tomás Melgar Gil (Ediouro) R$ 59,90 Este livro, editado em 2008 pela Libsa espanhola, está mais para uma enciclopédia sobre as regiões viníferas do que sobre vinhos propriamente ditos. Até por isso é recomendado para iniciantes e para quem queira conhecer um pouco mais sobre as uvas e os lugares que concentram as produções. As entradas são reunidas por continentes. O autor faz um apanhado dos países e das regiões produtoras de vinho mais importantes do mundo, dos europeus tradicionais aos rincões africanos. Fala das características geográficas, climáticas, dos tipos de uva e do estilo de vinhos produzidos no local.   Copos - De Bar & Mesa Edmundo Furtado (Editora Senac) R$ 70 Ilustrado com belas fotos, o livro vai além de responder à simples pergunta: afinal, com que copo se toma martíni, vinho do Porto, uísque ou bloody mary? Estudioso do assunto e colecionador de copos, o autor foi responsável pela criação do bar do Jóquei Club do Rio de Janeiro. Além de traçar a história do vinho, das maiores cristalerias do mundo e da coquetelaria, Furtado explica por que, a despeito da elegância da taça large champagne saucer, aquela de forma arredondada, devemos preferir uma flûte ou uma tulipe. O livro traz ainda receitas de drinques clássicos (servidos no copo ideal), glossário e bibliografia comentada.

19 Novembro 2009 | 12h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.