Forbes elege Dilma segunda mãe mais poderosa do mundo

A presidente Dilma Rousseff foi eleita pela revista Forbes a segunda mãe mais poderosa do mundo, apenas atrás da secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton.

REUTERS

11 Maio 2012 | 12h24

A lista foi divulgada nesta quinta-feira pela proximidade do Dia das Mães, comemorado no domingo. Segundo a revista, a escolha foi feita com base em escolha anterior das 100 mulheres mais poderosas do mundo, na qual Dilma ficou em terceiro lugar.

As mães se destacam nas áreas de governo, negócios, entretenimento e filantropia, informou a Forbes.

Dilma ficou à frente de nomes como o de Christine Lagarde, diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), que ocupa o sexto lugar, e da primeira dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, na sétima posição.

A escolha vem na semana em que a presidente se prepara para anunciar um pacote para a primeira infância, em pronunciamento no domingo.

Desde a pré-campanha presidencial, a equipe da então candidata petista vendeu a ideia de que Dilma era a "mãe do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento)", criado no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

(Reportagem de Ana Flor)

Mais conteúdo sobre:
POLITICA DILMA FORBES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.