Força Nacional ficará por mais 90 dias no sul da Bahia

O governo federal decidiu prorrogar por mais 90 dias a presença da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) no sul da Bahia, em ações de apoio no combate à violência. A região vem enfrentando problemas desde o ano passado por causa de conflitos fundiários envolvendo indígenas e produtores rurais assentados.

AYR ALISKI, Estadão Conteúdo

28 Novembro 2014 | 16h04

A decisão de ampliar a presença da Força Nacional no sul da Bahia está presente em portaria do Ministério da Justiça publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira. A medida cita que foi considerada manifestação expressa do governo estadual.

Conforme cita a portaria publicada hoje, a Força Nacional vai oferecer "apoio na preservação da ordem pública e incolumidade das pessoas e do patrimônio frente aos conflitos fundiários envolvendo indígenas e produtores rurais assentados, causando ameaça à paz e à ordem nos Municípios de Buerarema, Una e Ilhéus, no sul da Bahia". O prazo do apoio prestado pela FNSP poderá ser prorrogado, se necessário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.