Forças armadas egípcias prendem 6 'terroristas' na região do Sinai

Uma fonte no Exército egípcio disse na sexta-feira que as Forças Armadas do país prenderam seis "terroristas" na região do Sinai, após um ataque a uma delegacia de polícia no início da semana que matou 16 guardas da fronteira, informou a televisão estatal.

Reuters

10 de agosto de 2012 | 09h07

O Egito reforçou as tropas no norte do Sinai na quinta-feira para aplacar os militantes na região da fronteira com Israel. Comandantes do Exército disseram que cerca de 20 pessoas consideradas terroristas foram mortas na ofensiva.

A falta de controle sobre a região do norte do Sinai está crescendo, uma região repleta de armas e ressentida em relação ao governo desde a queda do ex-presidente Hosni Mubarak, em fevereiro do ano passado.

(Reportagem de Ahmed Tolba)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOSINAIOFENSIVA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.