Forças Armadas terão poder de polícia em Copacabana

A Garantia da Lei e da Ordem (GLO), que confere poder de polícia às Forças Armadas, foi estabelecida para hoje e amanhã na área de abrange todo o trajeto de peregrinação até Copacabana, onde ocorrerão a vigília e a missa de encerramento da Jornada Mundial da Juventude.

MARCELO GOMES, Agência Estado

27 de julho de 2013 | 10h32

Inicialmente, a GLO seria decretada na região de Guaratiba, na zona oeste. Entretanto, o local foi alterado em virtude da transferência dos dois eventos de Guaratiba para a Praia de Copacabana, devido às chuvas que transformaram o Campus Fidei (Campo da Fé) num lamaçal.

A peregrinação começa na estação ferroviária Central do Brasil e segue pelas avenidas Presidente Vargas e Rio Branco, no centro; Aterro do Flamengo, Enseada de Botafogo, Rua Lauro Sodré (Botafogo), Túnel Velho e Avenida Princesa Isabel (Copacabana), na zona sul.

Há militares do Exército e da Marinha ao longo de todo o trajeto. Milhares de fiéis já iniciaram a peregrinação em direção à Praia de Copacabana. A pista lateral sentido Centro da Avenida Presidente Vargas e toda a extensão da Avenida Rio Branco, no centro, estão interditadas ao tráfego.

Autoridades

Um público ainda pequeno está na frente do Teatro Municipal para ver o papa. Autoridades já começam a entrar no Teatro, como o presidente da Alerj Paulo Melo e o ministro Wellington Moreira Franco, da Aviação Civil.

Tudo o que sabemos sobre:
JMJForças Armadassegurança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.