Forças de segurança da Síria matam 5 civis durante repressão

Forças de segurança da Síria mataram cinco civis durante funerais que se transformaram em protestos contra o presidente Bashar al-Assad e em ataques contra casas nas áreas de protesto, informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

REUTERS

25 Junho 2011 | 18h03

Dois manifestantes foram mortos em Kiswa, 15 quilômetros ao sul de Damasco, durante funerais de vários manifestantes mortos na sexta-feira.

Três outros civis foram mortos em caçadas a casas no distrito Barzeh de Damasco e na cidade de Quseir, próxima à fronteira com o Líbano.

"Estas regiões viram um aumento nos protestos e o regime está usando a força para evitar que se espalhem", disse à Reuters Rami Abdel Rahman, chefe do Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

(Reportagem de Khaled Yacoub Oweis)

Mais conteúdo sobre:
SIRIAMORTESPROTESTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.