Forças dos EUA e líbias capturam líder islamista da Tunísia

Forças de segurança dos Estados Unidos e da Líbia capturaram Saifallah Benahssine, o líder do grupo militante islâmico tunisiano Ansar al-Sharia, na cidade líbia de Misrata, nesta segunda-feira, disse uma fonte de segurança, segundo a agência de notícias estatal tunisiana TAP.

Reuters

30 de dezembro de 2013 | 13h18

A embaixada dos EUA na Líbia e autoridades do governo líbio não responderam de imediato aos pedidos de confirmação da prisão de Benahssine, também conhecido como Abu Iyadh.

Mas a prisão na Líbia de um militante islâmico tunisiano de tão alto escalão indica a proximidade dos laços entre grupos islamitas ao longo do norte da África. Em outubro, forças norte-americanas capturaram um integrante da Al Qaeda que era o principal suspeito de um ataque a Trípoli.

Ex-combatente no Afeganistão, Benahssine declarou lealdade à Al Qaeda e foi acusado de incitar um ataque à embaixada dos EUA na Tunísia em setembro de 2012.

Ansar al-Sharia é um dos grupos radicais a surgir depois da revolta na Tunísia contra o líder autocrático Zine El Abidine Ben Ali, há três anos. A violência tem escalado na Tunísia desde que o governo começou uma repressão ao grupo este ano.

(Reportagem de Aziz El Yaakoubi)

Tudo o que sabemos sobre:
TUNISIAMILITANTECAPTURA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.