Forças militares do Egito alertam contra 'caos e desordem'

Os novos líderes militares do Egito emitirão um alerta no domingo contra qualquer pessoa que criar "caos e desordem", disse uma fonte do Exército.

REUTERS

13 de fevereiro de 2011 | 14h19

O Conselho Supremo do Exército também proibirá reuniões de sindicatos de trabalhadores e profissionais, efetivamente proibindo greves, e dirá a todos os egípcios que voltem ao trabalho depois da agitação que derrubou Hosni Mubarak.

O Exército também irá reconhecer e proteger o direito do povo de protestar, disse a fonte.

(Reportagem de Marwa Awad)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOMILITARESALERTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.