Ford amplia produção e abre vagas em Camaçari

A Ford do Brasil vai implantar um terceiro turno de produção em sua fábrica de veículos em Camaçari (BA), a partir de 1º de agosto. Segundo presidente da montadora para o Brasil e América do Sul, Antônio Maciel Neto, o objetivo é elevar as exportações dos veículos Novo Fiesta e Eco Sport, produzidos na unidade, e prepará-la para o lançamento de um novo modelo antes do fim do ano.O novo turno envolve a contratação de 700 pessoas, pela Ford, e mais 1.000 por parte dos 27 fornecedores da fábrica baiana. Outros 400 empregos deverão ser criados nas áreas de serviços, como alimentação, saúde e segurança.Maciel afirmou que a Ford decidiu antecipar o lançamento do novo carro em, pelo menos, seis meses. Com isso, a fábrica de Camaçari passará a trabalhar dos atuais cinco para seis dias por semana, atingindo a capacidade de produzir 250 mil unidades por ano, meta prevista anteriormente para ser alcançada em 2007. Ele não divulgou o valor dos investimentos no novo produto e nas contratações. A companhia prevê que as exportações sejam 14% superiores a 2003, devendo chegar a US$ 900 milhões.Segundo Maciel, não haverá demissões nas fábricas de São Bernardo do Campo (SP) e Taubaté (SP). A unidade localizada no ABC paulista trabalha com um turno e é a opção da Ford para receber a produção de um novo automóvel, que entraria no segmento popular. A Ford, afirmou, estuda há algum tempo o lançamento de um novo carro popular, mas ainda não tomou uma decisão final.Atualmente, a montadora tem 11,5% de participação do mercado brasileiro de veículos, perdendo justamente no segmento de entrada (popular), já que o Ford Ka tem apenas 2% de sua faixa de mercado. A multinacional norte-americana comemorou hoje, em São Paulo, 85 anos de presença no Brasil. No ano passado, a montadora teve lucro nas operações no País e na América do Sul, o primeiro resultado positivo em nove anos.

Agencia Estado,

23 de abril de 2004 | 13h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.