Ford processa Ferrari por usar nome F-150 em carro de F1

A Ford entrou com um processo judicial contra a Ferrari nesta quarta-feira acusando a montadora italiana de ter violado direitos de marca ao dar o nome "F150" a seu novo carro de Fórmula 1 para a temporada 2011.

REUTERS

10 de fevereiro de 2011 | 10h42

A Ferrari F150 tem praticamente o mesmo nome da picape da Ford F-150, o veículo mais vendido nos Estados Unidos, alegou a Ford na ação apresentada a um tribunal federal.

"A Ferrari apropriou-se indevidamente da marca F-150 ao nomear seu novo carro de corrida como 'F150', com o objetivo de capitalizar e obter lucro com a considerável reputação que a Ford construiu com a marca F-150", diz o documento apresentado pela Ford numa corte de Detroit.

A Ford quer que a Justiça impeça a Ferrari de usar o nome. A montadora norte-americana também solicita o pagamento de indenização por danos não especificados no valor de 100 mil dólares.

A Ford e a Ferrari não estavam disponíveis de imediato para comentários.

De acordo com o documento judicial, as duas montadoras tem "histórico de rivalidade no automobilismo".

A Ferrari lançou um site -- www.ferrarif150.com -- para promover seu novo carro de F1.

"A escolha do nome origina-se do desejo da Ferrari de fazer uma homenagem ao aniversário este ano dos 150 anos de unificação da Itália", informou a Ferrari em um comunicado do dia 25 de janeiro publicado no site.

(Reportagem de Deepa Seetharaman)

Tudo o que sabemos sobre:
F1FORDFERRARI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.