Fornecimento de energia na Copa do Mundo está garantido, diz governo federal

O Ministério de Minas e Energia informou, por meio de nota divulgada nesta quarta-feira, que está garantida a qualidade, a confiabilidade e a segurança do fornecimento de energia elétrica nas cidades-sede da Copa do Mundo de Futebol que se iniciará em junho no Brasil.

Reuters

07 de maio de 2014 | 18h43

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou, recentemente, relatório no qual mostra que parte das obras de reforço no sistema elétrico que estavam programadas para o evento está atrasada, informações que a Reuters antecipou em reportagem publicada em abril.

Na nota, o ministério reconhece que de um total de 158 obras definidas para as 12 sedes, 100 foram concluídas, mas ressalta que, apesar de ainda haver trabalhos em andamento, as obras prioritárias que incluem exigências da FIFA, como dupla alimentação dos estádios e atendimento a aeroportos, já foram concluídas.

"As que estão em andamento visam apenas aumentar o grau de confiabilidade no atendimento aos diversos equipamentos das cidades-sede. Atrasos pontuais não comprometem o suprimento de energia elétrica nas cidades-sede", diz a nota, publicada no site do Ministério de Minas e Energia.

(Por Leonardo Goy)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIACOPAMME*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.