Fórum dos leitores

Sítio vende mudas da fruta noni

O Estado de S.Paulo

11 de março de 2009 | 02h09

Venho pedir, se possível, que me informem onde conseguir mudas de noni (Morinda citrifolia).

Carmen C. Uthida

cuthida@gmail.com

A leitora pode entrar em contato com o fruticultor Helton Josué Teodoro Muniz, do Sítio Frutas Raras, em Campina do Monte Alegre (SP). Muniz, produtor e colecionador, vende mudas de noni, desde que em pequena quantidade, pois o estoque está no fim. Cada muda custa R$ 30. Segundo ele, o noni é um fruto de sabor forte e enjoativo e o extrato feito com a fruta é usado na preparação de tônicos. "A planta começa a produzir rapidamente, em até um ano e meio. Em regiões quentes, o tempo de produção diminui para até um ano. A planta não resiste a geadas e não vai bem em regiões onde haja muito vento", informa. Tel. (0--15) 8132-5140; e-mail frutasraras@uol.com.br; http://www.colecionandofrutas.org/.

linkCupim subterrâneo: biológico orienta

Estou tendo um sério problema de infestação de cupins subterrâneos em meu apartamento. Já chamei três empresas especializadas, e todas dizem que são cupins subterrâneos, que formam colônias e se alastram pelo solo. Cada uma propõe uma forma diferente de tratar o problema, mas nenhuma garante o extermínio total. Dizem que, mesmo tratando, os cupins são resistentes e voltam. Perdi o carpete de madeira e um móvel. Como solucionar o problema definitivamente?

Maria Emília Rossi

emilia.rossi@uol.com.br

Sendo confirmado de que se trata realmente de cupim subterrâneo, o passo seguinte é fazer a identificação da espécie, sugere o biólogo especialista em entomologia urbana Francisco José Zorzenon, pesquisador do Instituto Biológico (IB-Apta), da Secretaria de Agricultura do Estado. Segundo ele, existe, além do controle químico convencional, uma isca exclusiva para cupins subterrâneos chamada Sistema Sentricon de Eliminação de Colônias de Cupins, cujos testes de eficiência foram realizados por pesquisadores do próprio Biológico. "Esta isca, praticamente atóxica e seletiva, elimina definitivamente colônias de cupins que se 'alimentem' dela enquanto o sistema estiver instalado", afirma. Entretanto, essa metodologia é disponível apenas para algumas empresas profissionais controladoras de pragas e é eficiente para determinadas espécies de cupins subterrâneos, daí a importância da identificação, diz o pesquisador. Ele se põe à disposição da leitora para esclarecer dúvidas sobre biologia, identificação e controle de cupins e demais pragas urbanas. E-mail: zorzenon@biologico.sp.gov.br; tel. (0--11) 5087-1718.

linkOnde obter mudas de laranja azeda

Onde comprar mudas, com garantia, de laranja azeda (utilizada para fazer doces) e de poncã?

Lourival Ribeiro

Mauá (SP)

Para adquirir mudas de citros sadias e com garantia de qualidade, o leitor pode entrar em contato com um dos associados à Organização Paulista de Viveiros de Mudas Cítricas (Vivecitrus), com sede em Araraquara. Os associados da Vivecitrus são responsáveis pela produção de 40% das mudas do País e fornecem apenas mudas certificadas, cuja produção obedece a todas as normas de defesa sanitária da Secretaria de Agricultura do Estado. Um dos associados, a Fiorese Citros, em Sales de Oliveira, comercializa mudas de laranja azeda e poncã. Cada muda custa a partir de R$ 4 e deve ser retirada no próprio viveiro. Tel. (0--16) 9173-7122. Na Citrograf Mudas, que tem viveiros em Ipeúna, Rio Claro e Conchal, a muda de poncã custa R$ 7 (retirada no local). Já a muda de laranja azeda, por causa da pouca demanda, pode ser encomendada e fica pronta em oito meses. Cada muda custa R$ 7. Tel. (0--19) 3534-9981. No site http://www.vivecitrus.com.br/, link Associados comerciais, há contatos de outros viveiros.

 

linkEndereço:

Av. Engenheiro Caetano Álvares, 55, 6º andar, Bairro do Limão, São Paulo (SP). CEP: 02598-900

linkTelefones:

(0--11) 3856-2321, 3856-2339 e 3856-3058

linkPublicidade:

(0--11) 3856-2030, 3856-4528 e 3856 3058

linkE-mail

agricola.estado@grupoestado.com.br

Tudo o que sabemos sobre:
Agrícolacartasfórum dos leitores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.