Fórum dos leitores

Como preparar o açaí de forma caseira

O Estado de S.Paulo

03 de junho de 2009 | 02h59

Tenho alguns pés de açaí em minha propriedade e gostaria de saber como proceder para extrair, de forma caseira, a polpa dos frutos.

Antonio Geraldo Begiato

Guarantã (SP)

A engenheira agrônoma Valéria Augusta Garcia, pesquisadora da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta/Polo Regional Vale do Ribeira), da Secretaria de Agricultura, ensina os procedimentos para processar a polpa do açaizeiro. Lave os frutos em água corrente. Depois, mergulhe os frutos em água morna (cerca de 40 graus) por 15 minutos para amolecer a polpa. A retirada da polpa (despolpamento) em pequenas quantidades pode ser feita em liquidificador convencional, sem o cortador de hélice, e o tempo de batimento não deve ultrapassar cinco minutos para evitar que as sementes sejam trituradas. Outra forma de fazer o despolpamento do açaí é amassando manualmente os frutos sobre uma peneira de malha grossa. Depois, a polpa deve ser coada em pano limpo ou em peneira de malha fina. O ideal, segundo Valéria, é utilizar a polpa imediatamente ou congelá-la para aumentar seu tempo de conservação. Apta, tel. (0--13) 3856-1656.

linkCaqui e jabuticaba: os tratos culturais

Tenho um caquizeiro de mais de 15 anos plantado no quintal. Apesar de não adubá-lo, todos os anos ele chega a tombar os galhos com os seus frutos. Mas agora a árvore está alta demais. Gostaria de saber a época para podá-la. Tenho também uma jabuticabeira, esta, porém,tem 18 anos e até agora não deu frutos. Existe algum tipo de adubo especial para esta espécie?

Maria Elidia

elicapela@bol.com.br

A melhor época para podar o caquizeiro é durante o inverno, quando a planta está em dormência (repouso vegetativo) e sem folhas, orientam os pesquisadores Rafael Pio, professor da Universidade Federal do Paraná, e Edvan Alves Chagas, da Embrapa Roraima. Nesse caso, explicam, os galhos mais grossos e voltados para o interior da copa e no sentido vertical devem ser eliminados com serrotes. Sempre após a poda, deve-se pincelar o local podado com pasta bordalesa ou cola de madeira, para não permitir a entrada de doenças no tronco. Já os ramos mais finos, ensinam os pesquisadores, podem ser cortados com tesoura. Nesse caso, deve-se selecionar os ramos a serem podados e cortá-los na base, nunca reduzindo o comprimento desses ramos, pois as gemas que brotarão e darão flores estão na ponta dos ramos. Quanto à jabuticabeira, conforme os pesquisadores, se a muda foi produzida por sementes, está quase na hora de dar os primeiros frutos. Quando mudas são feitas por sementes, pode-se levar até 20 anos para dar os primeiros frutos, pois a planta precisa passar pela fase juvenil. Esse período depende da espécie. Por exemplo, os citros demandam seis anos. "Não há o que fazer, somente esperar. Por isso que é recomendado produzir as mudas por estacas", explicam. Contato, e-mail: rafaelpio@hotmail.com.

linkMarimbondos: não há remoção gratuita

Gostaria de saber se há em São Paulo, capital, algum órgão que faça retirada de enxame de marimbondos de forma gratuita.

Maria do Socorro Gomes

São Paulo (SP)

Conforme o pesquisador João Justi Junior, do Instituto Biológico (IB-Apta), não há órgão ou entidade, particular ou pública, que faça remoção gratuita de enxames de abelhas, vespas ou marimbondos. Mas ele orienta que, caso o enxame seja de abelha europa, que podem ser aproveitadas para produção de mel, pode-se entrar em contato com a Associação Paulista de Apicultores Criadores de Abelhas Melíficas Europeias (Apacame) e consultar se há algum apicultor que faça a remoção. Entretanto, para vespas e marimbondos, ele diz que somente empresas particulares fazem remoção de enxames. "Esse tipo de serviço é cobrado e difícil de ser contratado por causa das implicações legais. O problema deve ser bem documentado com fotos, inclusive para justificar a remoção", explica Justi Junior. Esses insetos são parte da fauna brasileira, protegidos por lei. "A lei número 9.605/98 permite apenas que se faça a remoção ou controle de colônias de vespas e marimbondos desde que seja devidamente caracterizado o risco que essas espécies trazem ao homem e desde que expressamente autorizado pela autoridade competente", diz. O proprietário da empresa SOS Abelhas, especializada na captura de enxames, Antonio Padovani Junior, o "Toninho das Abelhas", diz que uma das soluções é recolher os ninhos e soltá-los em local distante. Como é proibido por lei matar os marimbondos, Toninho aconselha ensacar, com luvas, os ninhos em sacos plásticos grandes. Depois, retirar os ninhos, fechando o saco plástico em seguida e soltando-os na mata, a pelo menos 300 metros de distância da casa. Toninho diz que a captura deve ser feita à noite. Ele também faz remoção de ninhos. Mas o serviço é cobrado. SOS Abelha, tel. (0--11) 4221-6690. Apacame, tel. (0--11) 3864-9284.

linkDicas para o correto composto caseiro

Há alguns meses, o Suplemento Agrícola publicou um sistema simples para produção de adubo orgânico em pequenas áreas. Já preparei todo o material necessário, mas tenho algumas dúvidas: quanto devo colocar de cal, quanto devo colocar de terra, qual a espessura máxima que os detritos orgânicos (cascas de frutas, etc.) devem atingir (10, 20 cm) e qual a espessura que os materiais secos devem atingir.

Rubens Pinesso

rpinesso@uol.com.br

A reportagem sobre produção de adubo orgânico em pequenas áreas foi publicada no dia 20 de agosto de 2008, na seção Campo de Ideias. O sistema foi extraído do livro ?Soluções sustentáveis - Permacultura urbana?, de Lucia Legan, editado pela +Calango Editora, do Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado (Ipec). De acordo com Felipe Horst, do Ipec, deve-se colocar pouca quantidade de cal e terra sobre a última camada, um copo de cada. O cal pode ser substituído por cinzas de madeira não tratada, "que também oferece um ótimo resultado". As camadas secas, conforme Horst, devem ter aproximadamente 10 centímetros, e as de nitrogênio, cerca de 5 centímetros. Mais informações, no site: www.ecocentro.org. Tel. (0--62) 3331-2111.

linkA época certa para podar videiras

Tenho uma videira em casa, aquela de uvas roxinhas. Gostaria de saber qual o melhor mês para efetuar a poda e qual dos galhos devo cortar para que na época certa ela fique carregada de uvas.

Angelo Gomes de Araujo

angeloga@uol.com.br

A poda deve ser feita entre junho e julho, dizem os pesquisadores Rafael Pio, da Universidade Federal do Paraná, e Edvan Alves Chagas, da Embrapa. Segundo eles, o momento exato depende do clima onde a videira está plantada. Se não houver incidência de geadas, pode-se podar mais cedo. Para podar, corte o ramo que cresceu no último ano e deixe apenas um pedaço deste ramo, com uma ou duas gemas, que brotarão e darão a próxima produção.

Tudo o que sabemos sobre:
Agrícolafórumleitorcartas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.