Fórum dos leitores

CORRUPÇÃO

27 Outubro 2011 | 07h49

Mais uma vitória

Com o resultado nesse esporte, o Brasil já vai vencendo por 6 x 0. Vamos agora torcer pelo hepta.

ARY NISENBAUM

aryn@uol.com.br

São Paulo

Imprensa 6 x 0 governo

Em dez meses a imprensa já demitiu seis ministros, cinco por improbidade. Se mantiver essa média, em quatro anos a grande imprensa nacional deverá chegar a 24. Pena que entre outro no lugar.

JOSÉ MARQUES

seuqram.esoj@bol.com.br

São Paulo

Herança maldita

Cai mais um ministro de Dilma indicado por Lula. Se Dilma continuar dando ouvidos a quem não deve, poderá ter em breve sua trajetória manchada em caráter irreversível. Sugestão: que a presidente desempenhe com rigor a função, hoje restrita aos jornais e revistas, de fiscalizar e denunciar. E, principalmente, puna os autores de corrupção, sejam amigos ou indicados de quem forem. Se quiser fazer História, esse é o único caminho de dona Dilma. Viva a imprensa livre!

PETER CAZALE

pcazale@uol.com.br

São Paulo

Indigestão

O Ministério do Esporte adverte: ingerir tapioca no primeiro tempo dá expulsão (demissão) no Segundo Tempo.

ARNALDO RAVACCI

arnaldoravacci@terra.com.br

Sorocaba

Ministério do Esporte

Mais um ministro que sai, mas, como os outros quatro - só neste governo -, a vaga é de um partido. Isto é, o que menos importa é a qualificação e o conhecimento do assunto da pasta. Quem vai assumir deve ser do partido. E ninguém é punido, nada do que foi "desviado" retorna aos cofres públicos. Tenho a impressão de que funciona desta maneira: você já teve o seu tempo para "desvios", deixe outro "desviar" agora. Com isso fica provado que os quase 30 partidos no Brasil (creio que em nenhum outro país do mundo há tantos partidos e ministros como no Brasil) só existem para coligações e, consequentemente, disputa de cargos públicos, uma vez que ideologia nenhum tem.

Glossário - Desvio: s. m., roubo!

FERNANDO CHAGAS PEDROSA

fchagasp@gmail.com

São Paulo

Seis por meia dúzia

Segue o jogo das cadeiras e mais um ministro é substituído em meio a revelações lamentáveis. Será que a presidente e seus muitos assessores não têm controle do que fazem seus subalternos em todos os ministérios? Infelizmente, enquanto as nomeações se pautarem por corporativismo e loteamento pelos partidos coligados, a situação continuará a mesma, com enorme prejuízo para o Brasil e os trabalhadores que sustentam toda essa disfuncional máquina pública. Sra. presidente, assuma a responsabilidade que o cargo lhe confere e comece a nomear pessoas com competência e liderança comprovadas para cada pasta, independentemente de partido ou ideologia. Do contrário, continuaremos à deriva, de escândalo em escândalo, pagando a enorme conta da incompetência, com corrupção e impunidade. O Brasil de nossos filhos e netos merece ser governado de forma mais séria e responsável!

SILVANO CORRÊA

scorrea@uol.com.br

São Paulo

Incompetente

Orlando devia ter caído primeiro por incompetência e só depois por corrupção! Qual é a ordem prioritária do governo lulladílmico?

PAULO CELSO BIASIOLI

pcbiasioli@yahoo.com.br

Limeira

Orlando Silva

Durante a ditadura, os opositores criticavam os militares por usarem a Copa do Mundo para distrair o povo. Pois é...

JORGE MANO

jrmano@yahoo.com

São Bernardo do Campo

A verdade

Já que os esquerdistas - comunistas, trotskistas, marxistas, leninistas e afins - estão tão ávidos pela criação da chamada Comissão da Verdade, sugiro que eles recomendem ao colega Orlando Silva que venha a público e conte toda a verdade sobre as maracutaias no Ministério do Esporte.

CELSO VICENTE FIORINI

celsofiorini@ig.com.br

São Paulo

Defenestração geral

Muito, mas muito mais importantes que denúncias específicas contra a pessoa do ex-ministro são as inúmeras evidências, escancaradas, dos convênios milionários com ONGs fantasmas em todo o País e que, acidentalmente, não estão sendo renovados graças tão somente à vigilância da imprensa, e não dos órgãos de governo que deveriam fazê-lo. Essa, sim, é mais do que razão para a defenestração, não só do ministro, mas de toda a cúpula do ministério!

FRANCISCO E. SOARES

f.e.soares@terra.com.br

Campinas

Sinais de riqueza

Orlando Silva é só mais um entre tantos outros que deveriam ser investigados. Basta ver os sinais de riqueza para presumir que o que ganham, comprovado em holerite, não justifica tamanha fortuna.

ALBERTO NUNES

albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

* 

ADMINISTRAÇÃO KASSAB

Impostos e buracos

O sr. prefeito nos brinda com maior alíquota de imposto caso nossa calçada esteja esburacada. Perfeito! Posso reduzir minha alíquota de IPTU por conta de a minha rua estar esburacada? O racional é exatamente o mesmo. Espero resposta aqui, no Estadão.

JÚLIO CRUZ LIMA NETO

juliocruzlima@uol.com.br

São Paulo

A multa por calçadas esburacadas e sujas vai triplicar. E para ruas esburacadas e sujas, nada?

SÉRGIO ARANHA DA SILVA

aranhafilho@aasp.org.br

São Paulo

O sr. prefeito é bom mesmo como arrecadador de dinheiro dos munícipes via impostos e multas. Kassab nunca mais!

CARLOS R. DA SILVA CALDERON

crscalderon@hotmail.com

São Paulo

CAI O MINISTRO DO ESPORTE

Mais um ministro cai no lamaçal do Planalto! Culpados? Os de sempre: a imprensa que não foi cooptada e o povo que votou e continuará votando nesses ladrões.

Alberto Bastos Cardoso de Carvalho

lbcc@ig.com.br

São Paulo

*

A FILA ANDA

Orlando Silva vai finalmente desocupar o beco. Era demais deixá-lo no Ministério com tudo o que já estava mais do que apurado sobre suas atividades rapinativas. Que vá e não volte, mas que devolva o que amealhou e não lhe pertence. E que esse governinho mixuruca lulopetista escolha alguém realmente decente para ocupar esse tipo de cargo. Um bom ministério é a base de um bom governo. Como esse é eminentemente político, e muito pouco técnico, é um governo  ruim. Qual será o próximo, dona Dilma? Tem vários na fila.

Carlos E. Barros Rodrigues carlosedleiloes@terra.com.br

São Paulo

*

E A DEVOLUÇÃO?

O Orlando sai e a grana volta? Ou a grana fica com ele e "a população que se lixe"? Demorou para convencer o Lulla, que alegou que a ele só contam mentiras. E ele conta o quê? E o sucessor do Orlando será o "Rolando" ou será competente e honesto, ou qualquer "ficha suja" serve?

 

José Jorge Ribeiro da Silva jjribeiros@yahoo.com.br

Campinas

*

EX-TUMULTUANDO

Há um ditado que diz “todo homem deve saber seus limites”. Para variar, o ex-presidente, o guru da mídia, Lulla, não conhece e confirma tal fato se intrometendo nos atos do governo atual: primeiro, pede a Orlando Silva que resista; depois, em Manaus, fala à presidente “não saber até onde ele está falando a verdade”, ou seja, continua abusando e tumultuando os governantes. Vale lembrar que tais atos de corrupção sempre tiveram o seu aval e cada dia surgem mais casos, a corrupção está vulgarizada, sempre com proveito do seu partido e do seu nome. Vá assar coelhos, larga do Brasil, viva a sua vida, que nada tem que ver com o trabalhador brasileiro. Hoje sua excelência, como José Sarney, Antonio Palocci, José Dirceu e Gushiken, pertence às “zelites”.

Celso de Carvalho Mello juliana@alfaomegamarcas.com.br

São Paulo

*

ATAQUE PERFEITO... AOS COFRES

Joseph Blatter para Ricardo Teixeira, Ricardo Teixeira para Lula da Silva, Lula da Silva para Agnelo Queiroz, Agnelo Queiroz para Orlando Silva, Orlando Silva para o abraço... Se desse certo.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

*

HERANÇA O QUÊ?

Pronto! mais um casca dura, miolo mole, moral flácida e ética frouxa foi defenestrado do governo. E é bom que se diga: nenhum foi demitido: todos exonerados a pedido. Ao todo já são cinco, por  razões explícitas de corrupção escandalosa em apenas dez meses de governo.  Isso é o que eu chamo de herança maldita, ou melhor, no caso específico, é mais apropriado falar em herança bandida  mesmo. A propósito, não é nem mesmo herança, já que a herdeira foi também responsável pelas frutas podres que se cultivavam no governo passado. O que Dilma vai dizer? Que não sabia do que ocorria sob seu comando na Casa Civil? Não era ela a gerentona implacável que tudo sabia e tudo e a todos controlava com  rigor inflexível? Pra cima de mim? Não, cara pálida! Dilma colhe o que ela mesma plantou e cultivou com zelo e devoção.

 

Rodrigo Borges de Campos Netto rodrigonetto@rudah.com.br

Brasília

*

SAI DE CENA OUTRO SILVA

Caiu! Orlando, o indestrutível, que também é Silva, mas não parente do Lula, porém seu tutor político, sucumbiu pelas provas cabais de mega corrupção em seu ministério! Só a Dilma vacila mais uma vez irracionalmente para demitir um colaborador seu! Fez ouvido de mercador, mesmo com graves denúncias apresentadas pela imprensa contra o indicado pelo PC do B, demonstrando a presidente total ausência de liderança, paralisando mais ainda seu governo, que até aqui perdeu em dez meses de gestão, seis ministros, dos quais cinco por cumplicidade em ilícitos. Um recorde! Precisou que o Supremo Tribunal Federal (STF) indiciasse Orlando Silva, tais as evidências de corrupção, para que o Planalto desse uma resposta à Nação! Que mediocridade! Que decadência institucional! Nesta era petista a ética não tem significado algum. O importante para esses infelizmente mandatários do Executivo é proteger os vis o quanto possível, da esculhambação que submetem a imagem do País! O Congresso tem sido o fiel avalista destas excrescências! Até quando? Será que vamos ter de importar líbios, egípcios e até tunisianos para tentar colocar ordem nesta República?! Sim, porque a oposição está acovardada, inerte, esquecendo que recebeu mais de 40 milhões de votos no pleito de 2010! Que tristeza...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

*

A FAXINEIRA E SEUS MINISTROS

“O ministro, não só nós presumimos a inocência dele, como ele tem se manifestado com muita indignação quanto às acusações”. Indignados, dona Dilma, estamos nós, que pagamos a conta dos meliantes.

Helena Rodarte Costa Valente helenacv@uol.com.br

Rio de Janeiro

*

O POVO VAI PARAR O BRASIL

Os escândalos no governo do PT são tantos, que não será mentira declarar que uma verdadeira quadrilha de criminosos tomou conta do poder e está infiltrada em todos os cantos da política! Ou o Poder Judiciário acaba com a corrupção e com a impunidade, ou o povo vai parar o Brasil!

 

José Carlos Costa policaio@gmail.com

São Paulo

*

ONDE SERÁ O FIM?

A final da Copa do Mundo de 2014 tem previsão de ocorrer no Maracanã, mas o final da Copa será no entorno de Brasília, na arena Orlando Silva.

Osnyr Bandeira Filho osnyrbf@hotmail.com

Tietê

*

NÃO PODE SER POR ESPORTE

Que a atuação do próximo ministro seja executada com seriedade e verdadeira brasilidade, e não "por esporte". É justamente isso que os brasileiros esperam.

 

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

*

MINISTÉRIO DO PCdoB

No escandaloso caso do Ministério do PC do B, alguns ditos populares cairão muito bem: "vão mudar o bolo, mas  as moscas serão as mesmas". "Trocarão seis por meia dúzia". "Vão-se os anéis, mas ficam os dedos". E no caso do ministro Orlando PC da Silva, já vai tarde, isto é, "antes tarde do que nunca".

Helcio Silveira heldiasilveira@gmail.com

São Paulo

*

SUBSTITUIÇÃO

Sai um ''camarada'' e entra um "companheiro"?

 

Alexandru Solomon alex101243@gmail.com

São Paulo

*

TOADA

Caiu (de podre!) Orlando Silva, o “corrupto das multidões”. Ué, mas segundo Dilma ele não era "honesto"? Já é o quinto ministro deste governo que sai enlameado. Nessa toada, de um ministro que cai na proporção de um escândalo por mês, vai faltar corrupto.

 

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

*

GATO POR LEBRE

Em termos éticos e em se tratando de Orlando Silva, fico com o cantor, aquele "das multidões"... só ele!

Roberto Hungria rosohu@bol.com.br

Itapetininga

*

CALCANHAR

"Sou indestrutível". Todo "super" tem sua kryptonita.

 

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

*

INDESTRUTÍVEL

Indestrutível parece ser a corrupção que o Sr. Lula implantou no País.

Ricardo Marin s1estudio@ig.com.br

Osasco

*

E AGORA?

Dois fatos chamam a atenção no recente episódio Orlando Silva. O primeiro, como em outros casos (Transportes, Agricultura, etc.) os “malfeitos” não são recentes (de dez meses para cá) e, portanto vinham acontecendo desde o governo anterior de Lula presidente e Dilma ministra chefe da Casa Civil. O segundo é que alguns políticos parecem ter perdido totalmente a estima e respeito de si mesmos, pois tem o descaramento e desatino de mesmo tendo sido pegos com as “mãos na massa”, lambuzados, neguem os fatos e acusem os “outros” e em especial a imprensa, que nada mais fez, felizmente, de cumprir sua obrigação de investigar e informar.

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

*

SEM MOLEZA

Viva a verdade e morte à corrupção que nos enxovalha e nos deixa mais pobres e sem perspectivas. Balançou, mas finalmente caiu o cumpanheiro cara de santo do pau oco. Não adiantou se segurar, pois as evidências já o faziam culpado desde o primeiro dia que a coisa apareceu. Mas a investigação tem de ir até o fim, apurar e punir todos os corruptos. O Brasil não quer e não merece maios engodos e larápios. Pagamos mais de R$ 1 trilhão em impostos e tivemos mais de R$ 80 bilhões de corrupção, que podiam acabar com toda a fome dos nossos irmãos. Por isso não podemos dar mole a tanta bandalheira. Chega de fichas sujas e de políticos aproveitadores e corruptos. Viva o Brasil vivam a decência e a ética na política.

Asdrubal Gobenate asdrubal.gobenati@bol.com.br

Rio de Janeiro

*

VAI SOBRAR DINHEIRO

Agora só falta caírem 25, assim acaba a herança maldita do “cara”. Assim o povo não vai precisar pagar nova CPMF para a saúde, vai sobrar dinheiro se eliminada essa gangue e se nos livrarmos das centrais sindicais (capachos do “cara”).

Delcio da Silva delcio796@terra.com.br

Taubaté

*

FICA POR ISSO MESMO?

Parece loucura: o PCdoB pensa em propor um habeas corpus para trancar o inquérito em que foi indiciado Orlando Silva, como se evidências abundantes e até provas de fraudes sucessivas não existissem contra a pasta do Esporte. Pior que isso, o PCdoB, cujos cofres foram "supostamente" agraciados com dinheiro público desviado de programas para beneficiar crianças carentes, ainda se acha no direito de indicar um substituto para essa pasta. Mas o PCdoB é suspeito de facilitar esta fraude! Não custa repetir: a Polícia Federal não vai investigar a quantas andam as finanças do PCdoB, caixas 1, 2, 3, etc.? Sempre lembrando que este é um partido nanico, e parece, também, de nanicos morais, sem querer generalizar, mas já generalizando, visto que o próprio presidente do partido usou do horário gratuito de TV para realçar as qualidades éticas e ideológicas do ministro e do próprio partido, negando qualquer participação em atos de corrupção, e blá blá blá. Tá bom, no mínimo, Orlando Silva e o PCdoB afrontaram a Lei n.º 9.096/95, que justamente impede o uso do programa eleitoral gratuito para defesa de interesses pessoais. Vai ficar tudo por isso mesmo? Alô, ministros do TSE, afinal, os senhores ainda  estão vivos? Alôooo!

 

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

*

CARA, PINTA E ROUPA DE PALHAÇO

Surge a denúncia, a testemunha acusa, o ministro nega tudo, aparecem mais denúncias, o ministro vai à Câmara e se defende, D. Dilma o convoca para uma conversa, o ministro sai prestigiado, as denúncias viram evidências, o ministro nega tudo no horário nobre da TV. Finalmente, a situação fica insustentável e o ministro pede demissão. Uma, duas, três, quatro, cinco, seis vezes. E os palhaços continuam pagando tudo isso...

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

*

QUEM PAGA?

O povo brasileiro precisa ser esclarecido: essa propaganda do PC do B em horário nobre que passamos a ver na TV, para defender a honra do Sr. Orlando Silva, está sendo paga com quais recursos? Seriam, mais uma vez, dos patos dos contribuintes?

Joe Diesendruck joediesen18@gmail.com

São Paulo

*

PAPAGAIO

Tenho ficado embasbacado com as aparições do agora ex-ministro do Esporte na TV! Orlando está sempre com a mesma face, a impressão que tenho é a de que ele não sente o que fala, repete o que eles escrevem para ele, como um papagaio.

Marques Teixeira duquevinte@uol.com.br

São Paulo

*

ORLANDO NO ESPORTE

Orlando Silva capitalizou o Partido Comunista do Brasil.

Vagner Ricciardi vbricci@estadao.com.br

São Paulo

*

O PCdoB E O ERÁRIO

Não é a toa que Netinho, em sua propaganda na TV, que está sempre sorrindo, já que vive, e muito bem, como a maioria dos membros do PCdoB, dos desvios do dinheiro público. É isso que eles chamam de "verdadeiro socialismo"?

 

Francisco da Costa Oliveira fco.paco@uol.com.br

São Paulo

*

COISA DIFÍCIL

Investigar Orlando Silva será fácil, o difícil é achar alguma prova.

Cícero Sonsim c-sonsim@bol.com.br

Nova Londrina (PR)

*

PROVAS

Senhor ex-ministro Orlando Silva, “não há provas”, como o senhor brada aos quatro ventos, de sua culpa como corrupto, porém há, e muita, prova de sua incompetência na gestão do erário diante das dezenas de denúncias “com provas” de ONGs que não tinham a mínima condição de receber um único real, muito menos milhões, como receberam sob sua tutela.

Gattaz Ganem gattaz@globo.com

Carapicuíba

*

RESPONSÁVEL

Se o desvio de verbas das ONGs de fachada ligadas ao Ministério do Esporte não é prova, o que é prova para a presidente Dilma Rousseff? Mesmo na hipótese do senhor ministro não ter sido beneficiado diretamente por esses desvios, ele é responsável pelos atos do Ministério.

Roberto de Moura Campos robmouracampos@uol.com.br

São Paulo

*

CHEQUEE E RECIBOS

Peço-lhes, encarecidamente, que solicitem recibos ou utilizem cheques nominais quando pagarem alguma propina. Caso contrário, além de pagar, vocês serão tratados como mentirosos, bandidos, criminosos, etc.

Fernando Chagas Pedrosa fchagasp@gmail.com

São Paulo

*

ONGS

Vez por outra surgem notícias de que determinada ONG sumiu com dinheiro público e está sendo cobrada. No meu entender, a fiscalização das ONGs deveria passar para as prefeituras das cidades onde irá se desenvolver o programa social. Com o acompanhamento local, o risco de uma picaretagem é bem menor do que se depender da fiscalização do Tribunal de Contas e do Ministério Público localizados em Brasília.

Márcio Rosário daril_old@hotmail.com

Leme

*

DEFESA

A tese de defesa do ministro do Esporte é de que não há provas de que ele recebeu propina. Como se alguém desse recibo de propina. Mas e as falcatruas todas do ministério, as ONGs falsas e as que não investem o dinheiro, isso não é prova? Se já ha R$ 40 milhões de buraco nas prestações e contas do ministério chegam os seus defensores e pedem: Cadê a prova? Ora, em qualquer país minimamente decente ele já estaria fora. E o que faz Lula se intrometendo? O que ele quer salvar? Dilma parece que é a governanta de Lula, não a presidente de um país tão grande. A impunidade está desgraçando nosso país e não se faz nada. Punição para os corruptos.

 

Maria Tereza Murray terezamurray@hotmail.com

São Paulo

*

‘TERCEIRIZAÇÃO DA ROUBALHEIRA’

É muita ingenuidade acreditar que as ONGS “sem fins lucrativos” seriam a solução para corrigir a ineficiência do serviço público. Isso porque, como disse o autor, faz parte da própria natureza do ser humano “conspirar contra as próprias ideias”, mesmo sendo boas, se não for acompanhado de perto a aplicação de recursos envolvidos, com rigorosa punição (com prisão mesmo e não  apenas suspensão de contratos) aos provocadores de desvios. Mas o maior erro está na origem dessas ONGS. Sua função devia apenas de complementar as ações em que houvesse deficiência da ação pública, e não de substituí-la por completo. É justamente isso (a substituição completa) o que sempre pretendem os maus intencionados! O que devia ser feito, isto sim, seria o fortalecimento do serviço público,  corrigindo as distorções (por exemplo, facilitar a demissão dos ineficientes e com desvios de conduta) e pagar  salários dignos, compatíveis com a importância  social de sua função.  Não sou médico, mas acho um absurdo, por exemplo, um médico  se aposentar em São Paulo, com um salário de R$ 2.270,44, após 30 anos de serviço! Isso é justo? As ONGs ou congêneres é que iriam resolver o problema da saúde em São Paulo (e Brasil)? Só os ingênuos é que poderiam acreditar!

Luiz Moricochi lmoricochi@uol.com.br

São Paulo

*

CORRUPÇÃO DO PCdoB

Num primeiro tempo do século 20, os comunistas eram acusados de "comedores" de criancinhas. Agora, no segundo tempo, são usurpadores do dinheiro das criancinhas.

Tania Tavares taniatma@hotmail.com

São Paulo

*

ATÉ QUANDO?

Até quando vamos suportar assistir ao desenrolar dessa politicalha  aviltante e indecente que o “cara” nos deixou como herança maldita? A bola da vez é o PCdoB. Os comunistas. Eles que nos meteram numa ditadura militar, agora pegos “com a boca na botija”, ameaçam atrapalhar a governabilidade se for feita justiça.

Chega de bandidagem!

 

Carlos Eduardo Stamato dado@mdbrasil.com.br

Bebedouro

*

NENHUMA NOVIDADE

Finalmente depois de consumir R$ 1.099 bilhão, a ponte que liga Manaus a Iranduba (AM) foi inaugurada. Na inauguração, a "presidenta" Dilma levou o ex-presidente Lula, que não perdeu tempo e usou um cocar de índio. Será que ele já está em campanha para as eleições presidenciais de 2014? Creio que sim, afinal, índio também vota. Referente aos custos da obra, o  promotor público está suspeitando de que naquela houve superfaturamento... bem, isso já é outra historia, até porque em nosso país corrupção não é nenhuma novidade.

 

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

*

LULA E DILMA NA PONTE-PALANQUE

 

Temos a mania de estranhar o óbvio. Qualquer um sabia que o ex nos empurrou a Dilma na certeza de ser apoiado no seu retorno. Tudo maracutaia petista, costumeiras no âmbito dos "cumpanheiros". Sempre querem nos fazer e nos chamar de bobos. Recentemente, aqui, em São Paulo, a polícia fez o maior alarde, dizendo ter descoberto na Vila Madalena uma quadrilha que cobra seguro e estacionamento de clientes de bares e deixam seus carros parados em qualquer esquina para serem roubados e danificados. Qualquer um de nós já sabia que isso ocorre, na nossa cara, há mais de dez anos. Só agora o delegado percebeu. Como em tudo, eles chegam sempre depois. O brasileiro tem de estar convicto de que, se não votar corretamente, nunca mudaremos tais situações e seremos eternamente enganados e roubados, como ocorre até hoje.

 

José Alberto de Paiva alpai12@yahoo.com.br

São Paulo

*

DEFENSOR COMPULSIVO

Basta surgir um novo escândalo de corrupção de algum "companheiro" no governo Dilma para que Lula saia do buraco e se poste ao lado dela, mostrando que é um defensor de corruptos compulsivo.

 

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

*

ENCONTRO DE CACIQUES

Desculpem-me a ignorância em matéria de marketing político: mas o que cocares têm que ver com a inauguração da ponte sobre o Rio Negro? E o cacique-mor, o que fazia ali? Será que não tem nada no deserto de Gobi para elle inaugurar?

João Athayde de Oliveira Neto jathayde@globo.com

São Paulo

*

COLOCAR O COCAR OU TIRAR O CHAPÉU?

Ao ver Dilma com seu criador de cocar, na primeira página do Estadão, fiquei pensando se ela vai adotar o estilo "bonezeiro" do antecessor? Eu sinceramente acho que seria melhor ela tirar o chapéu para os anseios do que a elegeram e colocar uma toquinha e arranjar um espanador, pra limpar de verdade Brasília! Ainda tem ONGs recebendo dinheiro para nada. Ou melhor, para alguém tirar proveito próprio. Aliás, vendo o ex-presidente tal qual um índio, tive o seguinte pensamento: Vade retro, satanás!

 

Renato Camargo natuscamargo@yahoo.com.br

São Paulo

*

INDIOTA

Vendo o “cara”, em parceria com dona Dilma, ambos de cocar de índio, na primeira página do Estadão, lembrei-me do amigo do Zorro, ou seja, o Tonto...

  

Carlos Roberto Gomes Fernandes crgfernandes@uol.com.br

Ourinhos

*

NA PRIMEIRA PÁGINA

Índios somos nós.

 

M. Helena Borges Martins m.helena.martins@uol.com.br

São Paulo

*

O SORRISO DOS CACIQUES

 

As raras araras azuis já dizendo adeus à Floresta Amazônica, com dores e penas, cedem suas penas para o adorno dos cocares dos dois caciques, o anterior e a atual. Ambos sorriem, estampados na página inicial do Estadão, na doce ignorância da devastação da Amazônia, de suas florestas, seus pássaros, seus animais, que há muito, fizeram suas malas e foram se embora...

 

Cacilda Amaral Melo cacilda09@uol.com.br

São Paulo            

*

CACIQUES EM MANAUS

Dilma e Lula de cocares na cabeça, figuras horrendas e patéticas, o morubixaba e a pajé moribunda! E o povo na “m”, de tanga, quando a tem. A tal ponte que custou o triplo do valor previamente estimado é digna de investigação pelo Ministério Público.

 

Raimundo Félix da Silva rfelixdasilva@yahoo.com.br

Niterói (RJ)

*

GREVE NO SUS, ÍNDIOS SORRIDENTES

Os médicos do Sistema Único de Saúde (SUS) entram em greve em quase todo o País. Seu natural idealismo fenece na tristeza de salários miseráveis. Às favas a saúde dos brasileiros. Enquanto isso, a presidente e seu preceptor sorriem com cocares na primeira página do jornal. Nunca vimos índios tão alegres. Se alguém morrer por falta de atendimento médico, paciência, Iracema, paciência, como cantou o grande Adoniram. Nunca antes tivemos eleições presidenciais tão sinceras na história deste povo.

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

*

DILMA E LULA

Brasil: cada tribo tem o(s) cacique(s) que merece...

 

J.S. Decol decoljs@globo.com

São Paulo

*

CACIFE

No jogo político é cacique quem tem maior cacife.

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

*

‘O CARA’

Você, cara pálida, não tem jeito mesmo. Gosta de um holofote! Pena que sua humildade esteja no casco!

Edward Brunieri patricia@epimaster.com.br

São Paulo

*

TURISTA

Sabem por que Lula estava em Manaus junto com Dilma para inauguração da ponte que custou mais que o dobro de seu preço original? Em primeiro lugar, é porque gosta de aparecer. Em segundo, é porque adora fazer turismo. E em terceiro, e mais importante, é por ter sido o dia marcado para partilha dos lucros do "superfaturamento" que a obra originou.

 

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

*

LULA, O CACIQUE EM  MANAUS

 

Esse presidente  Burla (ele é de fato) é um cara-de-pau mesmo! Declarar que está sentindo-se  enganado pelo pessoal do PC do B é folgar demais com a nossa cara ! Justo ele, o maior politiqueiro que esse país já produziu e estimulou, que governou oito anos com essa máfia, seria para rir, não fosse para chorar ver  a mídia ainda dar notícia desse folgado, ainda mais como que o inocentando da podridão que ele deixou para sua criatura.

 

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

*

SEM LIMITES

O "cara" foi convidado pela criatura para inauguração de ponte que custou o dobro do orçamento. Colocaram cocares e Jucá quase quebrou o pescoço para aparecer na televisão. Que papeis ridículos! Agora, o pior é o olhar embevecido da pupila para o mestre. Tudo isso patrocinado por nós, tolos, inclusive a carona do "cara" no avião presidencial. Será que não o avisaram que menos importante do que "vices" são os "ex"? Será que a cara-de-pau do "cara" não tem limites?

Heleo Pohlmann Braga heleo.braga@hotmail.com

Ribeirão Preto

*

CARNAVAL

O Carnaval começou mais cedo. Fantasiados de índios (25/10, A1), o presidente e a presidenta se divertem enquanto a corrupção que eles negam existir come R$ 80 bilhões por ano. Até quando, Senhor? Até quando teremos de pagar impostos escorchantes e vê-los rir das nossas caras? O que seria necessário para mobilizar esse povo conformado e levá-lo à indignação só manifestada por alguns milhares enquanto são milhões os que são roubados todos os dias? O que falta para abrir-lhes os olhos e fazê-los crer no poder que têm nas mãos?

Gilberto Dib gilberto@dib.com.br      

São Paulo

*

SUCESSO DOS PETISTAS

Haja coração! Os marqueteiros petistas descobriram que o povo, além de acreditar piamente que Deus é brasileiro, ainda acredita que o messiânico Lula é o seu atual representante na Terra.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

*

AS PAJELANÇAS DA SENHORA PRESIDENTE

Regressando de Manaus, onde foi inaugurar a Ponte Rio Negro, acompanhada pelo ex-presidente Lula, Dilma Rousseff tira o cocar e depois da pajelança na inauguração de uma ponte de R$ 1,099 bilhão, admite que o ministro indultado Orlando Silva não teria como suportar novas denúncias de corrupção na sua pasta e... rua. A presidente depende da votação no Congresso, da DRU (Desvinculação das Receitas da União) e, para evitar traições na base, quer acelerar o pagamento de emendas parlamentares. Desgovernar é assim, que se lixe o povo, desde que o poder pelo aparelhamento se consolide mais ainda.Se a Saúde precisa de R$ 40 bilhões, de onde a presidente vai tirar esse dinheiro para ''azeitar'' o humor dos parlamentares da base. De onde sairá esse dinheiro? Falando na seção plenária do Senado, dia 24/10, o senador Aluísio Nunes Ferreira (PSDB-SP) criticou a ideia da presidente de promover uma renúncia fiscal para empresários que custará R$ 146 bilhões aos cofres públicos. Será que todos os empresários, sem distinção de poder, serão beneficiados com essa sangria? Não aposte que sim. Senhor Stefan Zweig, era esse o ''Brasil, um país do futuro'' que idealizastes? É claro que não. O governo a cada ano arrecada mais e mais impostos, mas é incapaz de saciar a sanha famélica da ratolândia.

Jair Gomes Coelho jairgcoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

*

DILMA ACERTOU

Num gesto nobre, a presidente Dilma (PT) recebe Fernando Henrique Cardoso (PSDB) para jantar em Brasília. Mesmo com o seu partido se opondo ao convite, Dilma abriu as portas para o ex-presidente tucano, que não voltava ao Palácio há mais de oito anos, desde que deixou o poder. Dilma surpreendeu e acertou. Cortesia, civilidade e convívio respeitoso com a oposição são marcas de quem tem estatura moral e política. O Brasil está acima de paixões partidárias.

Sérgio Tannuri sergio@tannuri.com.br

São Caetano do Sul

*

FELIZ ESCOLHA

A nossa presidente convidou os dois ex-presidentes FHC e Jimmy Carter (USA), além de outros lideres humanitários, para um jantar no Palácio da Alvorada em 25/10, parabéns. Ainda bem que o convite não foi extensivo ao ex-criador, que com certeza tomaria "todas" e talvez tivesse que sair "amparado" e com a roupa "molhada", nada de anormal. Quem conhece os seus convidados não passa vergonha, vivendo e aprendendo... Que feliz escolha!

 

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

*

VAI DAR CASÓRIO

Perdemos o horário, mas não a audiência, costumam dizer os advogados. Baseado nisso, será que vai dar casamento da presidenta Dilma com o ex FHC? Até alas mais radicais do PT e do PSDB estão enciumadas. Já pensaram nisso? Que beleza a natureza, nada como um dia após o outro.

Mustafa Baruki mustafa-baruki@bol.com.br

Belo Horizonte

*

ENEM 2011 VAZOU EM FORTALEZA

Vazamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2011 duas semanas antes em Fortaleza. Mais milhões de dinheiro público jogados no lixo, porque com certeza a prova deverá ser anulada. Mas uma coisa aparentemente simples, pode esconder algo muito pior do que acontece em nossa republiqueta. Se no Enem tem acontecido sistematicamente esse tipo de vazamento, imaginem o que não acontece em concursos públicos? Todas as estatais e órgão públicos federais, se der uma machadada, sai um petralha.  Na Anac São Paulo, o chefão concursado e que toma conta de tudo que diz respeito a "pilotos", acreditem se quiser, é formado em veterinária. O que entende de aviação um "médico veterinário" é o que gostaríamos de saber. E isso deve estar acontecendo em todos os órgãos públicos, porque para manter-se no poder durante mais de 20 anos como pretendem os petralhas, se não colocarem olheiros em todos os lugares não conseguem. Por isso os procuradores que pedirão cancelamento das provas do Enem, devem voltar seus olhos também para os "concursos públicos", principalmente agora que o governo irá admitir quase 50 mil concursados!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

*

ESTAVA DEMORANDO

Notícias de que o Ministério Público Federal do Ceará irá encaminhar a recomendação ao Ministério da Educação (MEC) para anular o Enem em todo País, pois está comprovada outra fraude no Exame, desta vez com vazamento de 13 questões da prova, não nos traz nenhuma novidade, estava até demorando. Toda e qualquer falcatrua que venha a ser descoberta neste desnorteado governo nos parece plausível. É uma vergonha atrás da outra, o jeito é trocar de comando, com o PT na linha de frente foi instituído há nove anos o desastre das instituições publicas.Pobre Nação!

Leila E. Leitão

São Paulo

*

TRAMBIQUES

Enem mais uma vez vaza informações. Desçam à Terra, senhores! Será que se esqueceram que existe internet neste país? Essas perguntas já vazaram pelos sites de relacionamentos. Há quase 9 anos só se veem trambiques neste governo. É fisiologismo puro! Está na hora de dar um basta "nisso tudo que está aí". Quero abrir os jornais e ver notícias boas. Chega de  escândalos! Pelo menos, uma coisa boa: o ministro corrupto "indestrutível" caiu fora!

Tânia Pinotti tkita@uol.com.br

São Paulo

*

ENEM: VERGONHA NACIONAL, DE NOVO

O vazamento de questões do Exame Nacional do Ensino Médio, que ocorreu no ultimo fim de semana, mais uma vez demonstrou a falta de competência do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e do Ministério da Educação. Pela terceira vez seguida a organização do exame se mostrou falha em pontos como formulação, segurança e aplicação da prova, tornando ainda mais evidente o descaso dos órgãos responsáveis com os alunos e com a educação nacional. Um exame que é decisivo no ingresso de alunos em importantes faculdades federais como a Unifesp, Ufscar e UFMG entre outras, formadoras dos futuros profissionais do país, merece seriedade proporcional à desses mesmos alunos que se preparam a anos para fazer essa prova longa, cansativa, recheada de textos que induzem ao erro e não avalia o nível de conhecimento. As notícias de uma escola do Ceará que aplicou uma prova com as questões que vazaram, dias antes do exame, é outro motivo para se envergonhar com o que ocorre com o ensino. A escola deveria ser um espaço de exercício da cidadania e formação de caráter, sendo o professor uma das figuras mais influentes nessas atividades. Que tipo de valores essa escola cearense pretende passar aos alunos? A resposta: Os mesmos que reinam no Brasil atual; de individualismo, de que os fins justificam os meios e que o bem publico não é um bem de todos, mas de ninguém, por isso não merece respeito. Eu, como vestibulanda, me sinto desrespeitada após todo esforço investido nesses três anos que tento ingressar em um curso publico de medicina. Mais um ano, eu e milhões de brasileiros temos motivos para nos envergonhar, eu pergunto a você cidadão, até quando ficaremos em silêncio?

Julia Lopes Garrafa julsgarrafa@gmail.com

São Paulo

*

ENEM

Quando esse MEC do ministro Fernando Haddad vai acertar uma? Quando o Enem vai deixar de ser caso de polícia? Quando o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) vai entender o real significado e a importância das palavras sigilo e vazamento? Quando os nossos jovens, que precisam passar pelo Enem para ingressar nas universidades, vão ter certeza que apenas o mérito é o critério aplicado como seleção no exame? MEC e Inep: vergonhas nacionais. Enem: atestado de incompetência.

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

*

COMPETÊNCIA

Quem não consegue coordenar, sem falhas grotescas, um concurso nacional pode ter competência para governar a maior cidade do País?

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

*

NÃO BASTA

É óbvio que  a gradual perda de qualidade do ensino público no Brasil verificada ao longo dos últimos 50 anos favoreceu e ainda favorece a grupos poderosos ligados ao setor. Trata-se de um quadro que propicia o surgimento de indústrias de ensino que só fazem acentuar o aspecto extremamente perverso e discriminatório do nosso sistema. O modelo do Enem constitui uma louvável iniciativa de tentar substituir o vestibular, presença constante no cenário nacional nos últimos anos, por um esquema mais abrangente e mais justo. Há falhas nesta fase inicial, mas a consolidação parece inevitável. O que preocupa é o aparente e lento surgimento da indústria correspondente, com a volta de cursinhos com os mesmos trejeitos dos vestibulares de época recente. Assim, não basta o Enem para alargar oportunidades e captar talentos. É necessário um trabalho constante no sentido de devolver ao ensino público o prestígio e a qualidade que já tiveram. Caso contrário, continuaremos a viver de indústria em indústria, vendo o orçamento doméstico cada vez mais drenado porque o estado não cumpre uma de suas obrigações básicas.

 

Paulo Roberto Gotaç prgotac@hotmail.com

São Paulo

*

FEIRINHA DA MADRUGADA

Nesta semana imagens publicadas em jornais e veiculadas em portais da internet mostraram cenas de horror, típicas de guerra urbana. Vários carros e ônibus foram incendiados, lojas foram saqueadas e confrontos nas ruas colocaram de lado oposto policiais militares da Tropa de Choque mais Guardas Civis Metropolitanos (GCMs) contra os vendedores ambulantes, os chamados camelôs da Feirinha da Madrugada do Brás. Não é de hoje que esses confrontos acontecem, mas a escala de violência dos últimos dias tem assustado os comerciantes legalmente estabelecidos, além dos consumidores de todas as partes do Brasil que desembarcam no Brás para realizar suas compras, principalmente os sacoleiros. Desde 2001, quando a ferinha se estabeleceu inicialmente na Rua Oriente e mais recentemente num galpão, foram registrados momentos de grande violência, frutos da intolerância. A gestão do prefeito Gilberto Kassab está reprimindo de forma radical o comércio informal no Brás e na Rua 25 de Março. Combater a ilegalidade é uma das atribuições da administração pública, mas essas operações não estão separando o joio do trigo. As Comissões Permanentes de Ambulantes (CPA) previstas em lei e que deveriam deliberar nas subprefeituras sobre renovações e emissões de novos TPUS (Termos de Permissão de Uso) não funcionam. Em seu lugar entrou em vigor a operação delegada da Polícia Militar que combate os ambulantes em quase toda a cidade. Assim como fez com a Lei Cidade Limpa que zerou toda publicidade externa, em vez de combater as irregularidades, todos foram colocados como farinha do mesmo saco: comerciantes ilegais e legais. Os canais de diálogo entre a Prefeitura e os representantes dos camelôs não existem. Três subprefeitos da Mooca foram supostamente afastados nos últimos anos na gestão Kassab por problemas com comércio irregular no Brás. Em meio a esse cenário de guerra, as lojas regularmente estabelecidas são obrigadas a fechar as suas portas durante os protestos e sofrem prejuízos. Em toda essa história, entendo que não é justo tratar todos os camelôs como se fossem marginais. No andar de cima os "grandes", que fazem chegar todos estes produtos piratas para as mãos dos ambulantes, continuam operando. Enquanto isso, todos estão sofrendo com essas operações de guerra. Até banca de jornal foi totalmente destruída.

 

Ricardo L. Carmo Ricardo@sindjorsp.org.br

São Paulo

*

TERRA DE NINGUÉM

Numa das fotos divulgadas na internet sobre o conflito entre PM e camelôs no bairro do Brás, uma mulher segura a seguinte placa: "Sem trabalho, como vamos sustentar nossa família?". Seria interessante que ela e os camelôs ilegais respondessem a "Sem impostos, como vamos criar escolas, hospitais e demais serviços para a sua família"?

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.