Fotógrafo descobre imagens feitas por pastor na Revolução Russa

Cerca de 500 fotos estavam em caixa esquecida em depósito nos Estados Unidos.

BBC Brasil, BBC

21 de janeiro de 2013 | 08h27

Cenas da revolução

Um fotógrafo russo vivendo nos Estados Unidos descobriu um acervo inédito de fotos feitas por um pastor americano em plena Revolução Russa.

As fotos foram tiradas de uma coleção de slides de vidro, que permaneceram por décadas guardados em uma caixa. Elas pertenciam a John Wells Rahil, um pastor formado na Universidade de Yale em 1906 e que, em 1917, se juntou à ACM (Associação Cristã de Moços) com a ideia de visitar a Rússia e conferir de perto a revolução em andamento no país.

A caixa foi encontrada pela neta de Rahil, no Estado americano do Colorado, que as ofereceu, em 2005, a um tradutor e fotógrafo russo Anton Orlov, então vivendo em San Diego, na Califórnia.

Ao traduzir o material, Orlov se deu conta de sua importância histórica. O acervo inclui mais de 500 slides de vidro, ampliações e anotações, junto com um projetor. O grosso das fotos foram feitas por Rahil com uma câmera Kodak; muitas outras fotos compradas de estúdios profissionais russos.

Pelo que Orlov descobriu, Rahil, quando de volta aos Estados Unidos, deu várias palestras sobre seu trabalho na ACM durante a guerra. Mas, segundo Orlov, Rahil acabou entrando em uma lista negra no país, rotulado como comunista.

Orlov acabou comprando o acervo e criando um projeto para divulgá-lo, 'The Photo Palace Bus', um laboratório de ampliação fotográfica itinerante, que visa divulgar técnicas analógicas e fotos antigas.

Mais detalhes sobre os projetos de Orlov e as fotos antigas estão no site http://thephotopalace.blogspot.co.uk/2013/01/wwi-and-russian-revolution-photos-found.html BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.