Fotos aéreas da Terra são tema de mostra na Bélgica

Projeto A Terra Vista do Céu foi concluído após 4 mil horas de vôo em 150 países

Agencia Estado

14 de junho de 2007 | 17h05

As imagens aéreas feitas pelo fotógrafo francês Yann Arthus-Bertrand por todo o mundo e compiladas no famoso projeto A Terra Vista do Céu podem ser vistas até o fim deste mês no Parque de Bruxelas, em uma exposição organizada pelo ministério de Meio Ambiente da Bélgica para chamar atenção para os problemas ambientais. "Seu trabalho mostra o estado do planeta neste começo de milênio. São fotografias que convidam qualquer pessoa a refletir sobre a evolução do planeta e o futuro de seus habitantes", diz a ministra Evelyne Huytebroeck.O próprio Arthus-Bertrand expressou ter esse objetivo quando começou a trabalhar no projeto, em 1994. "A natureza sempre foi uma das minhas maiores preocupações, e acredito que o desejo de proteger é de fato mais forte em relação àquilo que conhecemos e entendemos", afirma.Com patrocínio da Unesco, o projeto foi concluído depois de 4 mil horas de vôos de helicóptero entre 30 metros e 30 mil metros de altitude, sobre mais de 150 países para ser concluído.O resultado foi um livro com 190 fotografias lançado em 2000, traduzido para 24 idiomas e que já vendeu mais de 800 mil cópias. Programas de TVO projeto também deu origem a uma série de programas para a televisão francesa e a exposições fotográficas que continuam rodando o mundo, sete anos depois de seu lançamento.Além das cem fotografias expostas em Bruxelas, o projeto A Terra Vista do Céu também está em exibição em outras oito cidades. "No início, ninguém acreditava no projeto. Enviamos 200 ou 300 cartas a possíveis parceiros e a maioria ficou sem resposta", recorda o fotógrafo.Arthus-Bertrand começou a se interessar por fotografia aérea nos anos 70, depois de voar pela primeira vez de balão sobre o Quênia, onde estudava o comportamento de leões.Motivado pela experiência com A Terra Vista do Céu, ele fundou em julho de 2005 a associação Good Planet, que tem o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.