França ajudará a limpar mancha de petróleo do Mediterrâneo

O Ministério de Ecologia francês informou que a França destinará um milhão de euros, em material e ajudahumanitária, para ajudar a limpar a mancha de petróleo que atingiu oMar Mediterrâneo, no litoral do Líbano, devido aos bombardeiosisraelenses. Esta ajuda inclui o envio de 1.500 metros de barreira para isolara mancha de combustível - o que representa 10% da reserva domaterial da França - e o envio de pessoal qualificado parautilizá-la, disse o ministério, em comunicado. A França ajudará também com o estudo estratégico e financeiro doCentro de Documentação e de Investigação sobre a Contaminação dasÁguas (Cedre, na sigla em francês). O Cedre foi designado para comandar o grupo internacional deanalistas encarregado de elaborar um plano de ação proposto naquinta-feira em uma reunião na Grécia entre a Organização MarítimaInternacional (IMO), o Programa das Nações Unidas para o MeioAmbiente (Unep), a Comissão Européia (CE) e países da regiãoafetada. O bombardeio israelense da companhia de energia Jieh, 30quilômetros ao sul de Beirute, nos dias 13 de julho e 15 de agosto,provocou o derramamento de 10 a 15 mil toneladas de petróleo que seespalharam por 150 quilômetros do litoral e atingiu parte da Síria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.