França confirma morte de cisnes por gripe aviária

Governo eleva o nível de prevenção de risco de moderado para elevado

Agencia Estado

06 Julho 2007 | 16h19

Os três cisnes achados mortos no nordeste da França há dois dias estavam infectados com o vírus H5N1 da gripe aviária, informou nesta quinta-feira, 5, o governo francês. Ao confirmar que os cisnes estavam infectados, o Ministério da Agricultura elevou o nível de prevenção do risco de "moderado" a "elevado". Além disso, anunciou medidas de prevenção, segundo um comunicado. Em todo o território da França, as granjas e os proprietários de pássaros devem proteger as aves para evitar "todo contato direto ou indireto" com aves silvestres. Haverá visitas mensais de veterinários nas 98 áreas de risco determinadas pelo Escritório Nacional de Caça e Fauna Silvestre, diz a nota. O governo proibiu ainda as concentrações de aves e pássaros e as competições de pombas.

Mais conteúdo sobre:
gripe aviária França

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.