França encerra busca por corpos em local onde caiu avião da Germanwings

Investigadores franceses encerraram a busca por corpos nos Alpes, onde um avião da Germanwings caiu no mês passado matando todas as 150 pessoas a bordo, disse uma autoridade local neste sábado.

REUTERS

04 Abril 2015 | 13h14

Os promotores acreditam que o copiloto alemão Andreas Lubitz deliberadamente guiou a aeronave Airbus A320 para a encosta da montanha durante um voo de Barcelona para Dusseldorf, pulverizando a aeronave e tornando os esforços de recuperação extremamente complicados.

"A busca por corpos foi terminada, mas a busca por pertences das vítimas continua", disse o porta-voz da autoridade do governo local na região de Alpes-de-Haute-Provence à Reuters.

"A Lufthansa também contratou uma empresa especializada para remover os escombros do avião sob a autoridade do Ministério Público francês e um perito encarregado da supervisão ambiental das operações", completou.

A Lufthansa é a controladora da companhia aérea de baixo custo Germanwings.

A identificação das vítimas continuará agora através da análise de 150 conjuntos de DNA encontrados no local, o que pode levar várias semanas. O promotor que conduz a investigação francesa advertiu que o número de conjuntos de DNA não significa que todas as vítimas necessariamente tenham sido encontradas.

(Por Jean-Francois Rosnoblet)

Mais conteúdo sobre:
MUNDO FRAN A ACIDENTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.