França encontra chassi da caixa-preta do voo da Air France

O órgão francês responsável pela investigação do acidente com o avião da Air France em 2009 anunciou nesta terça-feira ter encontrado o chassi da caixa-preta da aeronave que caiu no oceano Atlântico após decolar do Brasil, matando 228 pessoas. A caixa-preta da aeronave, no entanto, não foi localizada.

REUTERS

27 de abril de 2011 | 14h57

A descoberta ocorreu após o primeiro mergulho de um submarino não-tripulado na área do Atlântico onde foram encontrados corpos e destroços do Airbus 330-203, informou o BEA em breve comunicado.

"Durante o primeiro mergulho do Remora 6000, que durou mais de doze horas, o chassi da caixa-preta da aeronave foi encontrado, no entanto, sem a unidade de memória que contém os dados. (O chassi) estava rodeado por destroços de outras partes da aeronave", informou o órgão francês em seu site na Internet.

Segundo a entidade, as buscas continuam e um segundo mergulho do submarino foi iniciado nesta manhã.

O voo 447 da Air France caiu em águas internacionais, perto da costa brasileira, quando seguia do Rio de Janeiro para Paris, sem deixar sobreviventes.

As causas do acidente ainda não foram reveladas, mas um relatório informou ser impossível determinar o motivo claro para a queda do avião sem os dados das caixas-pretas.

Esta é a quinta vez que são realizadas buscas pelas caixas-pretas da aeronave, uma operação que está sendo conduzida usando um veículo de resgate equipado com submarinos não-tripulados.

Procurada pela Reuters, a Força Aérea Brasileira -- que participou das primeiras operações de busca e tem um representante junto às autoridades francesas, disse que ainda não tinha informações sobre a nova descoberta do BEA.

(Por Hugo Bachega)

Mais conteúdo sobre:
GERALAIRFRANCECHASSI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.