França inaugura centro médico dedicado ao cérebro

O primeiro-ministro da França, Dominique deVillepin, inaugurou, em Saclay, um centro médico especializado nocérebro, e que também se voltará para a pesquisa. A instalação ficará dentro deum grande complexo do Comissariado da Energia Atômica (CEA). Villepin, que disse querer fazer de Saclay "o primeiro territóriona inovação na Europa", afirmou que o objetivo é "unir mais nossasforças" para "rivalizar com Cambridge, com o Vale do Silício e comos centros de pesquisa mais ambiciosos que se constituem na Índia ouChina". Dentro desta dinâmica, ele anunciou que o número de funcionáriosdo Instituto Nacional de Informática e Automação de Saclay serádobrado entre 2005 e 2009, para superar 450 pessoas.O novo centro consagrado ao cérebro, batizado de NeuroSpin, teráum investimento inicial de 41 milhões de euros antes de suaampliação, prevista dentro de um programa de cooperação entre Françae Alemanha, e começará a funcionar no início de 2007.Os 11.000 metros quadrados de laboratórios do edifício futuristado NeuroSpin deverão receber cerca de 150 cientistas de váriasespecialidades, como neurociências, radiologia e física nuclear. O complexo se concentrará no estudo das doençasneurodegenerativas e no derrame cerebral, que é a terceira causa demorte na França e a primeira causa de invalidez, mas também nofuncionamento normal do cérebro. Isto envolve a pesquisa sobre formas de melhorar osatuais métodos de aprendizagem, otimizar as relações entre homens emáquinas e corrigir problemas sensoriais.

Agencia Estado,

24 de novembro de 2006 | 17h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.