Francês e dois jovens são mortos a tiros em Búzios

Polícia acredita em acerto de contas, já que dois dos mortos estavam envolvidos com o tráfico de drogas

Pedro Dantas, de O Estado de S. Paulo, Agencia Estado

22 de janeiro de 2008 | 20h58

Três pessoas foram mortas a tiros em uma casa na Praia de Tucuns, no balneário de Búzios, na região dos lagos, no Rio de Janeiro. Entre os mortos está o francês Jean-Luc Pillard, de 51 anos. Além dele, foram mortos V.H.C.L, de 15 anos, e Mário Luiz Pola, de 20 anos.   Eles estavam em um casebre isolado que foi invadido por um grupo de homens armados durante a madrugada desta terça-feira, 22. Como a casa do francês fica em local distante da área turística da cidade, os policiais descobriram os corpos apenas na manhã desta terça."Estamos investigando e não descartamos nenhuma hipótese, mas alguns indícios apontam para um acerto de contas, pois os dois brasileiros estavam envolvidos com tráfico de drogas, assaltos de residências e eram suspeitos até de homicídios. O francês era um andarilho radicado há mais de 20 anos no Brasil e não tinha atividade fixa", disse o delegado-titular da 127ª Delegacia de Polícia de Armação de Búzios, Rodrigo Santoro.   Os peritos afirmaram que a maioria dos tiros atingiram os rostos das vítimas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.