Freqüência e intensidade do pastejo interferem

A freqüência e a intensidade do pastejo, que se refere à altura do capim no corte pelo animal, podem degradar a pastagem. O pastejo freqüente com a forrageira baixa enfraquece a planta, pois, sem folhas, não há fotossíntese.A intensidade varia conforme o capim e, em áreas degradadas, deve-se esperar que o capim atinja altura mínima para fazer o pastejo. Para a braquiária decumbens, por exemplo, a altura mínima indicada é de 20 centímetros; para o colonião e o mombaça, 40 centímetros; coast-cross e tifton, 20 centímetros.Outra causa da degradação é, no inverno, muito animal para pouca comida, o que deixa o pasto baixo e provoca stress na planta. "Nesse caso, a dica é fazer silagem ou vedar o pasto antes da seca", diz Patrícia Santos.INFORMAÇÕES: Embrapa, tel. (0--16) 3411-5600

Fernanda Yoneya, O Estado de S.Paulo

02 de julho de 2008 | 01h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.