Friccò faz 12 anos e ganha enoteca

Ala anexa ao restaurante terá oferta de vários vinhos em taça

26 de março de 2009 | 08h15

O cuoco italiano Sauro Scarabotta - "da Úmbria, viu?", avisa - está feliz da vida. Na última terça-feira, comemorou os 12 anos de seu restaurante, o Friccò (R. Cubatão, 837, Paraíso, 5084-0480). Mas nas festividades, quem saiu ganhando foi o público. Sauro anexou uma nova área ao restaurante, que foi transformada em enoteca. Assim, o Friccò passa a ter dois ambientes: o salão e o bar de vinhos. Lá, a grande atração será uma sucessão de brindes feitos taça a taça. Uma máquina de fechar garrafas de vinho a vácuo, nova aquisição da casa, possibilita que vários rótulos sejam abertos ao mesmo tempo e conservados sem perigo de oxidação. A ideia inicial de Sauro é abrir cerca de 12 rótulos por semana e, conforme cresça a demanda, aumentar a oferta de vinhos para o consumo em taças. Já que Sauro é um cuoco de mão cheia, elaborou um cardápio de petiscos para harmonizar com os vinhos. A cada nova "safra" de rótulos, nova "safra" de petiscos será incorporada ao cardápio. "As taças vão definir o menu", promete o chef, amante dos vinhos.O menu de estreia conta, na versão sólida, com polenta verde servida em ragu de coelho e queijo taleggio; e dueto de carpaccio de peixes com vinagrete de manga, entre outras sugestões.

Tudo o que sabemos sobre:
PaladarFricc&ograve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.