Fumo passivo mata 600 mil por ano

SAÚDE

AFP, O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2010 | 00h00

O fumo passivo é o causador de mais de 600 mil mortes no mundo por ano; dessas, 165 mil são de crianças, afirma estudo publicado na revista britânica The Lancet. As crianças são as primeiras vítimas do fumo passivo, pois não podem evitar os pais que fumam dentro de casa, sublinham os autores da pesquisa, da Organização Mundial da Saúde e do Instituto Karolinska de Estocolmo, na Suécia. Outros 5,1 milhões de fumantes morrem por ano, informa o texto. Trata-se do primeiro estudo que quantifica o impacto global do fumo passivo, com dados de 192 países.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.