Funcionários da CET fazem protesto em São Paulo

Em protesto por reajuste salarial, os funcionários da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) deixaram de montar a faixa reversível na Radial Leste na manhã desta sexta-feira, gerando transtornos para os motoristas na via. Pouco depois das 8 horas da manhã, de acordo com a própria CET, a avenida era a mais congestionada da cidade, com 12,7 quilômetros de lentidão no sentido centro entre a Praça Divinolândia e a Rua Wandenkolk.

FELIPE TAU, Agência Estado

10 de agosto de 2012 | 09h30

O ato é coordenado pela Sindicato dos Trabalhadores no Sistema de Operação de Tráfego do Estado de São Paulo (Sindviários). A categoria pede aumento de 12% na capital paulista, mas a Prefeitura teria oferecido 4,14% na última negociação.

O Sindviários espera uma adesão entre 70% e 80% dos agentes à paralisação. Dos quase 4,6 mil funcionários da CET, metade são de marronzinhos, de acordo com o sindicato. Além do ato desta sexta-feira, uma greve foi aprovada para ter início no dia 4 de setembro.

A CET ainda não se posicionou a respeito da situação. Na quinta-feira, afirmou que não havia sido oficialmente notificada sobre o ato e não informou se tinha um plano de contingência para manter a operação viária sem problemas.

Mais conteúdo sobre:
protestoCETRadialSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.