Funcionários de aeroportos antecipam fim da greve

Os funcionários da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) que estavam em greve contra a privatização de aeroportos encerraram a paralisação às 10 horas de hoje. O movimento de 48 horas estava previsto para terminar só no fim da noite. Segundo a Federação Nacional dos Aeronautas e Aeroviários (Fentac), os funcionários foram orientados a voltar ao trabalho, após o governo apresentar nova proposta ao Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina).

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

21 Outubro 2011 | 12h39

Segundo informações do diretor financeiro e administrativo do Sina, Samuel Santos, o governo apresentou nova proposta hoje pela manhã, assinado pelo secretário adjunto da aviação civil, aceitando negociar algumas reivindicações da categoria. De acordo com Santos, o governo vai garantir parte das reivindicações que já vinham sendo negociadas antes da greve, algumas delas relacionadas à estabilidade aos trabalhadores da Infraero, data-base e equivalência salarial. Não há informações, porém, sobre quais seriam as novas propostas.

Representantes do Sina foram convidados a participar de uma reunião, na quarta-feira, 26, marcada para as 10 horas, no Palácio do Planalto, para uma discussão sobre a nova proposta do governo.

Até o começo da manhã, os pousos e decolagens estavam normais nos três aeroportos internacionais do País onde havia paralisação de funcionários. A greve dos aeroportuários, iniciada à zero hora de ontem, teve adesão de 25% a 30% dos funcionários em Viracopos, Guarulhos e Brasília, segundo a Infraero.

Mais conteúdo sobre:
aeroportos greve fim

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.