Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Funcionários do Samu entram em greve em Salvador

Os cerca de 800 funcionários do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Salvador (BA) iniciaram nesta manhã uma greve por tempo indeterminado para cobrar reajuste salarial, contratação de mais profissionais e melhorias para o sistema. Segundo dados do Sindicato dos Servidores do Samu (Sindsamu), por dia, o Samu recebe 2,5 mil ligações e responde por 400 atendimentos médicos na cidade.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

23 de fevereiro de 2011 | 10h35

A paralisação foi definida na noite de ontem, depois de uma reunião entre os profissionais do serviço e a prefeitura. Segundo o sindicato, os salários dos profissionais não são reajustados há cinco anos. A prefeitura diz ter sido surpreendida pela paralisação e informa que, em parceria com o governo baiano, está disponibilizando equipes do Serviço de Atendimento e Locomoção de Vitimas de Acidente e Resgate (Salvar-193) e as ambulâncias do Samu para atendimentos emergenciais.

Tudo o que sabemos sobre:
greveSamuSalvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.